Dores no peito: o que pode ser

A dor no peito é um sintoma bastante temido, pois a crença popular associa especialmente esse evento com o infarto agudo do miocárdio, que…

A dor no peito é um sintoma bastante temido, pois a crença popular associa especialmente esse evento com o infarto agudo do miocárdio, que é grave e pode cursas com sequelas irreversíveis. Felizmente, a maioria das pessoas que busca atendimento médico com essa queixa não está sofrendo ataque cardíaco, pois a dor torácica é comum a várias patologias. Fique por dentro do assunto e saiba o que pode ser a dor no peito.

Veja dicas de como identificar sinais de problemas cardíacos.

Nem sempre a dor torácica é sinal de infarto agudo do miocárdio. (Foto: divulgação)

Causas de dor torácica

Um estudo norte-americano avaliou 400 pacientes que procuraram o setor de urgência com queixa de dor no peito. Após a devida avaliação e diagnóstico, os resultados foram surpreendentes, pois 53% dos casos não estavam relacionados a nenhuma causa orgânica e a maioria eram apenas quadros de ansiedade, ou seja, não estavam ligados a nenhuma doença que afetava os órgãos torácicos. 36% das ocorrências eram devido a dores musculares ou por doença esofagiana, enquanto apenas 11% eram casos graves, como problemas cardiovasculares.

As principais causas de dor torácica são:

  • Aneurisma de aorta;
  • Angina;
  • Artrite reumatoide;
  • Costocondrite;
  • Embolia pulmonar;
  • Esofagite;
  • Espasmo do esôfago;
  • Fibromialgia;
  • Herpes zoster.
  • Hipertensão pulmonar;
  • Infarto agudo do miocárdio;
  • Lesões musculares;
  • Lesões nas costelas;
  • Pericardite;
  • Pneumonia;
  • Pneumotórax;
  • Refluxo gastresofágico;
  • Tumores do pulmão ou mediastino;

Lesões musculares são causas frequentes de dor torácica. (Foto: divulgação)

Além das doenças que afetam os órgãos torácicos, ainda é possível que órgãos localizados no abdome provoquem o quadro de dor torácica, como acontece na:

  • Colecistite;
  • Gastrite;
  • Pancreatite.

Sinais de gravidade

Existem alguns sinais, relacionados com as características da dor, que ajudam a definir a gravidade do quadro clínico e significam a necessidade de auxílio médico imediato. Confira:

  • Dor intensa do tipo aperto ou em peso;
  • Quadro desencadeado por atividade física ou estresse emocional;
  • Dor difusa em peito esquerdo ou centro do tórax, que geralmente irradia para o braço esquerdo ou pescoço;
  • Sintomas associados, como calafrios, palpitação, sudorese, dispneia, palidez cutânea e hipotensão;
  • Quadro álgico duradouro, que não melhora com o uso de analgésicos;
  • Perda da consciência após o aparecimento da dor.
Continuar Lendo  Gordura Trans: O Que É?

Conheça mitos e verdades sobre o infarto.

Dor intensa do tipo aperto e duradoura é sinal de gravidade. (Foto: divulgação)

A dor no peito é um sintoma que assusta muitas pessoas, pois está consagrado na crença popular como sinal de infarto agudo do miocárdio. Felizmente estudos comprovam que apenas uma pequena parcela dos pacientes que procuram o pronto-atendimento com essa queixa, sofre de problemas cardiovasculares. Por isso é importante ficar atento para sinais de alerta, que indicam gravidade do quadro clínico, e procurar um médico para esclarecer eventuais dúvidas sobre o assunto.

Top