Dores crônicas de cabeça: como reconhecer, tratamento

Uma das dores mais comuns que acometem a humanidade é a cefaleia ou dor de cabeça como é popularmente conhecida. Já no período neolítico,…

Uma das dores mais comuns que acometem a humanidade é a cefaleia ou dor de cabeça como é popularmente conhecida. Já no período neolítico, 6000 anos a.C., praticava-se a trepanação de crânio, ou seja, a perfuração do crânio com o intuito de libertar os demônios, pois acreditava-se  serem os  causadores da cefaleia.  Essa dor localizada em uma ou mais áreas do crânio, pescoço, face ou boca atormenta ou atormentará aproximadamente90 a 95% dos seres humanos em algum momento da sua vida.

Existem mais de 150 tipos de cefaleias catalogadas na medicina, as mais comuns são a cefaleia tensional, a enxaqueca e a cefaleia crônica diária.

A dor de cabeça crônica tem frequência minima de 15 dias de dor por mês durante 6 meses ou mais

Como reconhecer dores de cabeça crônicas

As dores de cabeça crônicas representam o maior grupo das cefaleias, com frequência mínima de 15 dias de dor por mês durante 06 meses ou mais. Tanto a cefaleia tensional como a enxaqueca pode evoluir para a dor crônica de cabeça.

Uma das principais causas da cefaleia crônica diária é o consumo excessivo de medicações analgésicas. Isto significa ingerir dois comprimidos ou mais por dia, duas vezes ou mais por semana durante três meses, o suficiente para fazer a conversão da cefaléia casual em crônica.

Como tratar a dor de cabeça crônica

O primeiro passo do tratamento é a interrupção abrupta do consumo excessivo de medicação. Solução não tão simples, pois o paciente pode apresentar uma piora significativa do quadro clínico, porém com persistência, a dor deixa de se manifestar diariamente.

O consumo excessivo de medicações analgésicas pode ser a causa do problema

Para completa eficácia do tratamento deve-se reduzir o álcool, principalmente vinho tinto, abusos de cafeína, chocolate, queijos, glutamato monossódico, salsinha, alimentos enlatados devem ser controlados.

Leia Também:  Atrações Parque Hopi Hari

A acupuntura, por meio do estímulo das agulhas, tem a função de produzir e liberar neurotransmissores no sistema nervoso central. Além do efeito analgésico, vários outros efeitos são observados com essa terapia que acalma, relaxa a musculatura da região cervical, diminui a inflamação a ansiedade e a depressão. O tratamento das cefaleias com acupuntura proporciona redução da frequência, da intensidade e duração da dor e do consumo de analgésicos. Por isso, essa tratamento alternativo pode ser importante em cefaleia crônica, principalmente por uso exagerado de analgésicos.

A acupuntura é um procedimento importante no auxilio do tratamento

Estratégias não medicamentosas como meditação, atividade física, técnicas de relaxamento e mudanças de hábitos de vida, colaboram também para o sucesso do tratamento, sendo o mais importante a adesão do paciente à terapia proposta, assim como o seu empenho em minimizar essas terríveis dores de cabeça e, desse modo, ter uma qualidade de vida melhor.

Top