Editorial MDT 02/05/2016 Bem Estar

Uma queixa muito comum na população geral é a dor no nervo ciático. Dependendo da gravidade, esse quadro álgico pode proporcionar grandes limitações à vida do indivíduo, impedindo que ele consiga desenvolver as atividades rotineiras. Saiba o que fazer com a dor no nervo ciático.

A dor no nervo ciático acomete muitos indivíduos em nosso meio. (Foto: divulgação)

Conhecendo mais sobre a dor no nervo ciático

A dor no nervo ciático é caracterizada por um desconforto que se propaga ao longo do trajeto do nervo. Em geral, ela é gerada por algum problema que acomete a coluna lombar.

O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, possuindo o diâmetro aproximado de um dedo. Suas fibras tem início na quarta e quinta vértebras lombares (L4 e L5), estendendo-se verticalmente até a parte posterior da coxa, atrás do joelho, atingindo a região plantar dos pés. Qualquer doença que possa causar compressão nesse nervo, leva ao aparecimento da dor.

Apresentação clínica da dor do nervo ciático

O quadro clínico da dor do nervo ciático costuma afetar apenas um lado do corpo. Em geral, o desconforto álgico costuma ser sutil, de início súbito e com característica em queimação ou acompanhada por choques intermitentes. A dor tem início nas nádegas e se prolonga em direção a parte posterior das coxas e pernas. Nos casos mais graves, o desconforto pode atingir a região plantar dos pés.

Saiba o que fazer diante da dor do nervo ciático. (Foto: divulgação)

Algumas causas relacionadas a dor no nervo ciático

A principal causa da dor no nervo ciático é a compressão do nervo. São diversas as causas que estão envolvidas nesse mecanismo. Conheça alguns exemplos:

  • Hérnia de disco;
  • Doença degenerativa de disco;
  • Estenose da coluna lombar;
  • Espondilolistese do istmo;
  • Tumores da coluna;
  • Infecção.

Realizando o diagnóstico do problema

Diante da dor no nervo ciático, é muito importante que o indivíduo busque a orientação de um especialista. Através da avaliação, o médico realizará o exame físico adequado e solicitará exames complementares. Com os resultados, o profissional avaliará a origem do problema e dará início ao tratamento adequado. Vale ressaltar que cada caso receberá um tratamento específico, podendo esse variar do uso de medicamentos para alívio da dor do nervo ciático, até mesmo a realização de procedimentos cirúrgicos.

O nervo ciático se estende desde o glúteo até a região plantar dos pés. (Foto: divulgação)

A dor do nervo ciático pode ser muito limitante, dependendo da gravidade do problema. São diversas as causas envolvidas nessa patologia tão comum. Por isso, é muito importante que o indivíduo que sofre com o quadro clínico, busque a orientação de um especialista, de modo a diagnosticar e tratar a dor do nervo ciático de forma adequada.

Outros artigos

Truques para não acordar com preguiça

17/12/2015

Truques para não acordar com preguiça

Muitas pessoas têm dificuldade para “pegar no tranco” logo no início do dia, pois acordam sem disposição para nada. Mas com alguns truques para não acordar com pregu...

Musos das Olimpíadas: Veja quem fez sucesso

17/08/2016

Musos das Olimpíadas: Veja quem fez sucesso

Jogos de basquete, vôlei, futebol, handebol e tênis, além de muitas disputas pelas medalhas no judô, natação, boxe, atletismo e canoagem, entre outras modalidades, e...

Diabetes: Como Conviver Com o Problema?

01/12/2015

Diabetes: Como Conviver Com o Problema?

O diabetes: como conviver com o problema? é um problema que infelizmente vem afetando muitas pessoas em todo o mundo. No caso do diabetes tipo 2 que é caracterizado ...