Dor de cabeça aumenta chance de depressão em mulheres

Imagem: (Foto Divulgação)

Segundo uma pesquisa realizada por especialistas do Hospital Brigham and Women, associado à Faculdade de Medicina de Harvard, em Boston, nos Estados Unidos, mulheres que sofrem de dores de cabeça podem chegar a apresentar 41% mais risco de sofrer depressão do que aquelas que nunca tiveram o incômodo. A pesquisa será apresentada no Encontro Anual da Academia Americana de Neurologia, em Nova Orleans, em abril.

Para formar essa relação, foram avaliadas 36. 154 mulheres que tinham participado do Estudo Nacional da Mulher. No começo da análise, nenhuma delas sofria com a depressão. Elas então, foram separadas em quatro grupos, de acordo com os sintomas que sentiam. Depois de um intervalo de 14 anos, 3.971 participantes foram examinadas com depressão.

Os pesquisadores notaram que, quando comparadas às participantes que nunca haviam tido enxaqueca, aquelas que já haviam apresentado pelo menos um quadro do incomodo tinham 36% mais chances de desenvolver a depressão. Esse índice aumentou para 41% em relação àquelas que apresentavam histórico de enxaquecas constantes.

“Esse é um dos primeiros estudos de grande porte a examinar a associação entre enxaqueca e desenvolvimento de depressão ao longo do tempo”, afirma Tobias Kurth, um dos autores do estudo. “Esperamos que os nossos resultados encorajem os médicos a falarem com seus pacientes que sofrem de enxaquecas sobre o risco de depressão e as potenciais formas de prevenir o problema.”

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply