Doenças transmitidas por pombos

Ficar perto dos pombos de rua pode ocasionar várias doenças ao homem, principalmente se existir o contato com as fezes secas da pomba doméstica.…

Por Editorial MDT em 12/09/2013

Ficar perto dos pombos de rua pode ocasionar várias doenças ao homem, principalmente se existir o contato com as fezes secas da pomba doméstica. Inalar essas fezes juntamente com a poeira urbana pode causar desde uma alergia simples de pele até sérios problemas respiratórios, afetando o sistema nervoso central. Saiba mais sobre o assunto e veja as doenças transmitidas por pombos.

O contato com as fezes dos pombos pode resultar em doenças. (Foto: divulgação)

Pombos podem transmitir doenças

O contato com as fezes de pombos secas contaminadas por fungos podem causar micose e problemas respiratórios semelhantes à meningite, como criptococose, histoplasmose ou clamidiose, gerando diversos sintomas, como febre e dificuldades respiratórias.

Segundo a veterinária Vanessa Yuri (professora da PUC de Toledo-PR), que pesquisa as doenças causadas por pombos, o contato com as fezes é mais comum do que se imagina, por isso deve ser evitado.

O grande problema está nas fezes dos pombos. Quando estamos em uma praça pública existem vários locais onde as fezes ficam acumuladas. Com o clima seco, a poeira sobe e pode ser facilmente inalada. Muitos micro-organismos podem fazer parte dessa poeira.

De acordo com a especialista, não é preciso evitar as praças públicas ou locais com pombos, mas é necessário tomar cuidado por onde se passa ou senta. Uma pessoa que somente passa pelas fezes dos pombos, apresenta menor chance de se infectar do que uma pessoa decide sentar no banco da mesma.

As pessoas não devem manter contato com os pombos. (Foto: divulgação)

Como manter o pombo longe

1. Impeça locais de acesso onde eles possam pousar e eliminar as fezes;

2. Feche bem a tampa de lixo e retire restos que possam ter caído no chão;

3. Não jogue comida no chão, pois os pombos podem ser atraídos por ela. Além disso, deixe para retirar o lixo de casa pouco antes de o lixeiro passar;

4. Lave com água ao invés de somente varres os locais onde os pombos defecam;

5. Alimente os animais de estimação nos horários específicos;

6. O maior problema dos pombos nas cidades são as próprias pessoas, pois onde tiver comida, eles irão aparecer;

7. O pombo é considerado uma praga urbana, mas se não houver equilíbrio o habitat não seria assim. O homem é o próprio culpado.

Os pombos podem transmitir várias doenças. (Foto: divulgação)

Os pombos vivem em média de 3 a 5 anos no máximo em grandes centros, enquanto na natureza duram em média 15 anos. O fato é que as fezes podem transmitir doenças graves para os humanos e que podem ser prevenidas. Dentre os problemas de saúde causados pelo clima seco está a transmissão das doenças do pombo, já que as fezes sobem junto com a poeira. Aposte nas dicas para se proteger contra esse perigo.

Top