Doenças de pele mais comum no verão

Com a chegada do verão, é muito comum surgirem casos de micoses, em especial, devido ao aumento da transpiração e umidade do corpo. Além…

Com a chegada do verão, é muito comum surgirem casos de micoses, em especial, devido ao aumento da transpiração e umidade do corpo. Além delas, outros problemas podem afetar os indivíduos durante a época mais quente do ano. Tendo isso em vista, separamos algumas informações sobre as doenças de pele mais comuns no verão.

Saiba quais são as principais doenças transmitidas na praia.

Durante o verão, a pele necessita de cuidados especiais. (Foto: divulgação)

Conheça quais são as doenças de pele mais comuns no verão

São diversas as doenças que podem afetar a pele dos indivíduos durante os dias mais quentes do ano. Entre elas podemos citar a micose, a pitiríase alba e etc. Assim sendo, conheça um pouco mais a respeito de cada uma delas.

  • Micose – é um problema de pele ocasionado por fungos. Ele costuma atingir  a parte externa da derme, ao redor dos pelos e, até mesmo, as unhas. Quando esse problema atinge a região entre os dedos recebe o nome popular de “pé de atleta”. No entanto, quando a micose superficial não for adequadamente tratada, ela pode atingir o tecido subcutâneo, podendo atingir a circulação sanguínea, linfática e até o sistema nervoso central, gerando sérias consequências ao indivíduo.
  • Pitiríase versicolor – o indivíduo portador desse problema costuma manifestar manchas brancas, vermelhas ou acastanhadas que podem vir seguidas de uma discreta descamação. Comumente atinge a face, o pescoço e o couro cabeludo.

    Frequentar a praia pode colaborar com a transmissão de doenças de pele. (Foto: divulgação)

  • Pitiríase alba – esse problema é manifestado como manchas brancas, mas que não descamam. É uma doença que acomete peles desidratas e que foram expostas ao Sol.
  • Tinea cruris – o indivíduo costuma apresentar áreas avermelhadas e descamativas que costumam ser acompanhadas por coceira intensa. Esse problema comumente acomete a região da virilha.
  • Tinea intertriginosa – é possível identificar o problema quando a pele fica com manchas avermelhadas, acompanhadas de muita coceira. Essa doença afeta mais pessoas obesas e atinge, principalmente, a parte inferior das mamas.
  • Tinea interdigital – a pessoa deve suspeitar do problema quando apresentar placas esbranquiçadas com fissura e acompanhadas de descamação em regiões das mãos, pés e entre os dedos.
Leia Também:  Saiba como cuidar dos girassóis

Saiba como as doenças de pele podem ser adquiridas

A forma mais comum de se contrair as doenças de pele no verão é através de:

  • Contato com animais de estimação;
  • Chuveiros públicos.
  • Frequentar piscinas e praias;
  • Andar descalço em pisos úmidos ou públicos;
  • Compartilhar toalhas;
  • Uso frequente de botas e luvas;
  • Utilizar tesouras e lixas não esterilizadas;
  • Entrar em contato com material infectado;
  • Uso prolongado de roupas úmidas.

    A micose comumente afeta a região entre os dedos. (Foto: divulgação)

Com a chegada do verão, muitas pessoas ficam preocupadas com os problemas de pele que costumam aparecer nessa época. Após conhecer alguns dos exemplos mais comuns de doenças de pele, é ideal buscar a orientação de um especialista diante de qualquer manifestação suspeita.

Conheça quais são as doenças de pele mais comuns.

Top