Doenças cardíacas em gatos e cachorros

Os mamíferos possuem muitas características em comum, uma delas é a capacidade de adquirir as mesmas doenças. Cães, gatos e humanos compartilham desta similaridade,…

Problemas cardíacos em cães (Foto:Divulgação)

Os mamíferos possuem muitas características em comum, uma delas é a capacidade de adquirir as mesmas doenças. Cães, gatos e humanos compartilham desta similaridade, visto que as três espécies costumam ser vítimas de cardiopatias.

As doenças cardíacas nos animais são mais comuns do que se imagina e frequentemente eles são acometidos da enfermidade sem que seus donos saibam. É na terceira idade que as cardiopatias aparecem e por isso é importante prevenir e prestar atenção na manifestação dos sintomas. Fique atento a alguns sinais como cansaço, perda do apetite, emagrecimento, sede acima do normal, tosse e dificuldade de respirar.

Diante dos sintomas citados é importante levar o animal sempre ao veterinário para fazer um check up e realizar os exames adequados para identificar qualquer perigo. Os donos também devem levar em consideração a raça dos cães e gatos. Cães de pequeno porte estão mais propensos a desenvolver degeneração da válvula cardíaca, enquanto que as raças Cockers Spaniel e Boxers têm mais tendência a apresentar, dilatação cardíaca e arritmias, respectivamente.

Cardiopatias em gatos (Foto:Divulgação)

Algumas raças de gatos costumam apresentar cardiomiopatia hipertrófica com mais frequência, é o caso de raças asiáticas em que os felinos passam a desenvolver dificuldade para respirar. Somente a avaliação dos sintomas em uma consulta com um especialista pode diagnosticar a ocorrência de uma cardiopatia no seu bichinho de estimação.

Doenças comuns nos Cães

As doenças cardíacas que mais acometem os cachorros são a fibrose da válvula mitral e a cardiopatia dilatada congestiva idiopática. A primeira desenvolve um processo degenerativo com fibrose nos folhetos valvulares e nas cordas tendíneas da válvula mitral, fazendo com que o sangue reflua para o átrio. Já a segunda tem uma origem desconhecida e se manifesta acometendo o músculo do coração levando a degeneração e morte celular, que resulta na perda da capacidade de contração.

Os gatos também sofrem com problemas do coração (Foto:Divulgação)

Doenças comuns nos Gatos

Já nos gatos tem maior incidência a cardiomiopatia hipertrófica e o tromboembolismo. A primeira tem origem desconhecida e faz com que haja um aumento no ventrículo esquerdo do coração, desta forma a distensão fica impedida e o suprimento sanguíneo é diminuído.  Já no tromboembolismo há a formação de coágulos que obstruem os vasos arteriais causando a paralisia do membro acometido.

O mais importante quando se trata de doenças cardíacas nos animais é levá-los sempre ao veterinário para que sejam feitos os exames de rotina. Acompanhar o envelhecimento com uma assistência adequada também é essencial para que o seu bichinho não sofra com os sintomas das cardiopatias.






Top