Dilma divulga medidas para celebrar o dia do Meio Ambiente

No dia Mundial do Meio Ambiente, festejado hoje (5), a presidente Dilma Rousseff divulgará diversas estratégias para a área ambiental durante uma comemoração, às…

A presidente deverá ainda anunciar estratégias que visam abolir os lixões em todo o país.

No dia Mundial do Meio Ambiente, festejado hoje (5), a presidente Dilma Rousseff divulgará diversas estratégias para a área ambiental durante uma comemoração, às 11h no Planalto. A divulgação acontece quase uma semana antes da abertura da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.

Entre as medidas aguardadas, está a aprovação de centros de conservação, de terras indígenas e de reservas extrativistas. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, admitiu nesta segunda-feira, que as unidades serão divulgadas, no entanto, preferiu não dar detalhes de que áreas são essas.

Leia mais: 5 de junho: Dia Mundial do Meio Ambiente

A presidente deverá ainda anunciar estratégias que visam abolir os lixões em todo o País, finalidade que havia sido esboçada no Plano Nacional de Resíduos Sólidos, aprovado no Congresso Nacional em 2010.

Deverá ainda ocorrer uma atuação simbólica que “transfere” para a ONU (Organização das Nações Unidas) a sede da Rio+20, o centro de convenções Rio Centro. Durante o intervalo da palestra, de 13 a 22 de junho, o local será considerado território da ONU.

Além da cerimônia no Planalto, no Rio de Janeiro haverá hasteamento das bandeiras do Brasil, da Rio+20, do estado do Rio de Janeiro e da ONU no centro de convenções.

Código Florestal

Segundo a presidente é plausível conservar o meio ambiente e, ao mesmo tempo, desenvolver a agricultura

As medidas anunciadas nesta terça-feira, ressaltam a preocupação da presidente em levar à Rio+20 ações do país em favor do desenvolvimento sustentável. Na semana passada, Dilma vetou 12 artigos e 32 alterações ao Código Florestal – aprovado pelo Congresso sem apoio do Planalto – sob a justificativa de “contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”.

Leia Também:  23 de maio: Dia da Juventude Constitucionalista

Em seus discursos, a presidente vem protegendo o conceito de que é plausível conservar o meio ambiente e, ao mesmo tempo, desenvolver a agricultura. “É possível tudo isso e ao mesmo tempo crescer […], desenvolver sua produção agrícola, sua produção industrial e seus serviços”, afirmou Dilma na última quarta-feira (30).

Top