Dificuldade de memorização: o que fazer

Dificuldade de memorização: o que fazer

Muitas pessoas se queixam da dificuldade de memorização. Isso pode acontecer com qualquer um. Não é preciso ser mais velho para constatar este problema,…

Por Editorial MDT em 20/05/2013

Muitas pessoas se queixam da dificuldade de memorização. Isso pode acontecer com qualquer um. Não é preciso ser mais velho para constatar este problema, embora a capacidade de reter informações vá diminuindo, com o passar do tempo. Hoje, muitos jovens sofrem com o problema da memória fraca, as causas podem ser muitas. Especialistas afirmam que o ritmo de vida atual também contribui com a dificuldade de memorização. São muitos estímulos, muitas informações e muitas tarefas ao longo dia e isso acaba fazendo com que nosso cérebro fique “confuso”, misturando o que deve e o que não deve ser absorvido. Quando tentamos evocar alguma coisa, percebemos que ela não está mais ali, guardada, como imaginávamos que estivesse. Então, vem a frase comum: “Ai…não me lembro”.

O cérebro humano precisa ser exercitado, pois ele não é imbatível (Foto: Divulgação)

O que fazer, então?

O cérebro é responsável por tudo que acontece em nosso corpo. Se ele fica preguiçoso, o restante irá parar, aos poucos. Ele deve ser visto como um músculo, que deve ser trabalhado. Caso contrário, irá se atrofiar. Também é importante que saibamos como fazer certas coisas, para que as informações referentes às atividades sejam realmente absorvidas pela memória, podendo ser evocadas, no momento que quisermos. A leitura e o estudo, por exemplo, devem ser feitos em ambientes adequados. O silêncio e o conforto fazem com que a atenção se volte para o que é realmente importante.

Truques podem ser úteis para a evocação de uma memória (Foto: Divulgação)

O estilo de vida que levamos também é primordial para combater a dificuldade de memorização. Devemos consumir alimentos saudáveis, distribuídos ao longo do dia, a cada três horas. Quando ficamos muito tempo sem comer, o cérebro interpreta isso como uma necessidade de poupar energia. Então, passa a trabalhar com mais lentidão, prejudicando a memória. Os alimentos que contêm vitaminas do complexo B ajudam a melhorar a memória. Consuma peixes, ovos, semente de linhaça, nozes, castanhas e sementes.

Outra dica é realizar atividades, uma de cada vez. Não adianta querer fazer tudo ao mesmo tempo, pois isso irá fazer com que você não dê a devida atenção a cada uma delas. Faça as coisas, com calma e reflita sobre o que está fazendo.

O que fazer, mesmo?

A dificuldade de memorização pode aparecer, em qualquer idade (Foto: Divulgação)

Basicamente, é importante exercitar a memória, realizando atividades diferentes e nunca deixando que ele se acostume com a rotina, pois isso faz com que novos neurônios deixem de ser produzidos. O cérebro deve ser desafiado, constantemente. Portanto, viaje, aprenda coisas novas, leia bastante e tenha uma vida saudável, alimentando-se bem e descansando por períodos suficientes. Oito horas de sono diárias são ideais.

Saiba mais sobre isso: Tratamento contra a falta de memória

Veja os alimentos que ajudam: Alimentos que ativam a memória

Top