Diferenças entre tuberculose e pneumonia

A maior causa de morte em adultos por doença infecciosa é a tuberculose. Essa doença e a pneumonia são patologias que podem comprometer gravemente…

A maior causa de morte em adultos por doença infecciosa é a tuberculose. Essa doença e a pneumonia são patologias que podem comprometer gravemente o sistema respiratório. Embora sejam diferentes, por acometerem o pulmão, há muitas semelhanças entre elas, causando confusão na hora do diagnóstico. Pensando nisso, selecionamos as diferenças entre tuberculose e pneumonia.

A pneumonia e a tuberculose possuem sintomas semelhantes. (Foto: divulgação)

O que é tuberculose e suas causas

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões. Entretanto, ela também pode ocorrer em outros órgãos do nosso corpo, como rins, meninges e ossos.

O agente causador da patologia é a bactéria chamada Mycobacterium Tuberculosis ou Bacilo de Koch (BK). Porém, outras espécies de micobactérias também podem desencadear o problema. É o caso do Mycobacterium bovis, africanum e microti.

A transmissão da tuberculose ocorre por via direta, de pessoa para pessoa, pelo ar. Sendo assim, a aglomeração de indivíduos é um dos principais fatores de transmissão. Quando a pessoa infectada tosse, fala ou espirra, libera pequenas gotas de saliva que contém o agente de contaminação.

Veja também quais são os sintomas da tuberculose 

O que é pneumonia e suas causas

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões. Pode afetar a região alveolar, onde terminam as ramificações brônquicas e os espaços entre um alvéolo e outro.

Normalmente, as pneumonias são provocas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante no espaço pulmonar, onde ocorrem as trocas gasosas. Esse local deve ser estéril, livre de microrganismos que podem impedir o contato do ar com o sangue. Ao contrário do vírus da gripe, que é altamente contagioso, os agentes infecciosos da pneumonia não são transmitidos com facilidade.

Existem vários tipos de pneumonia, elas podem ser provocadas por vírus, bactérias, fungos e por agentes químicos.

Os sintomas da pneumonia surgem pouco tempo depois da infecção. (Foto: divulgação)

Veja também pneumonia, sintomas e diagnóstico 

Sintomas da tuberculose e pneumonia

1. Tuberculose: apresenta dentre os principais sintomas a tosse seca que dura mais de três semanas. Conforme o problema evolui, pode se transformar em uma tosse produtiva com pus e sangue. Além disso, produz mal estar geral, dor torácica, perda de peso, anorexia, suor excessivo, escarro esverdeado ou amarelado pela manhã, febre, dificuldade respiratória e cansaço.

2. Pneumonia: os sintomas mais comuns são febre alta, tosse produtiva, dor torácica, alterações de pressão, confusão mental, mal-estar geral, falta de ar, secreção purulenta amarelada ou esverdeada e fraqueza.

Diferenças entre a tuberculose e pneumonia

Além de apresentarem causas e sintomas diferentes entre si, a tuberculose e a pneumonia possuem suas particularidades. Muitos indivíduos que apresentam quadros de tosse e expectoração pensam estar com tuberculose. Porém, a diferença está no tempo de evolução da doença.

A pneumonia é um quadro agudo de evolução rápida. O paciente fica mal com pouco tempo de infecção, necessitando de atendimento médico logo nas primeiras 72 horas. Já a tuberculose se apresenta com um quadro mais demorado e os sintomas vão piorando lentamente e o indivíduo muitas vezes só procura o atendimento várias semanas após o início dos sintomas.

A evolução da tuberculose é mais lenta que a pneumonia. (Foto: divulgação)

Veja também pneumonia em crianças, o que fazer 

A tuberculose e a pneumonia são doenças que devem ser tratadas precocemente, pois podem comprometer o sistema respiratório e levar o indivíduo a óbito, além de serem transmissíveis para outras pessoas. Sendo assim, é indispensável ficar atento para os sintomas diferentes que surgem e procurar o médico para dar início ao tratamento. Os sinais e sintomas das duas doenças podem ser confundidos pelo paciente, sendo indispensável avaliação minuciosa do problema por um especialista.


Top