Dieta para quem tem úlcera

Um número muito grande de indivíduos em nosso meio sofre com as dores tipo queimação no estômago, causadas pela azia. O índice tende a…

Um número muito grande de indivíduos em nosso meio sofre com as dores tipo queimação no estômago, causadas pela azia. O índice tende a ficar maior, devido à falta de informação e a demora na busca de um tratamento adequado. Em geral, muitos deles acabam realizando a automedicação para aliviar o problema, o que pode piorar o quadro clínico. São diversas as atitudes que devem ser tomadas diante de uma patologia gástrica, em especial, com as úlceras. Saiba mais sobre a dieta para quem tem úlcera.

A azia é um sintoma muito comum da úlcera. (Foto: divulgação)

Saiba mais sobre a azia

O sintoma da azia é causado pelo refluxo do ácido gástrico, o qual é responsável pela digestão dos alimentos. O ácido segue o estômago para o esôfago, como se fosse retornar à boca. O refluxo é causado pelo mau funcionamento de uma espécie de válvula, que recebe o nome de esfíncter. Para o alimento passar do esôfago para o estômago, a válvula se abre, fechando em seguida para reter o que foi ingerido e também o ácido gástrico que ali se encontra.

Outro fator causador da sensação de azia é a gastrite. Ela ocorre quando há lesão na mucosa estomacal, devido ao aumento de ácido no estômago ou diminuição da proteção da parede do órgão. A melhor forma de evitar o agravamento do quadro é mantendo uma dieta para pessoas que possuem gastrite.

Conhecendo mais sobre o tratamento para a azia

O tratamento para a azia consiste na utilização de medicamentos, porém alguns especialistas afirmam que eles não são tão eficazes. O método mais eficiente contra a queimação no estômago é através da mudança de alguns hábitos de vida.

Os portadores de úlcera devem evitar a ingestão de brócolis. (Foto: divulgação)

Conheça a dieta para quem tem úlcera

Separamos abaixo algumas dicas de mudanças de hábito, inclusive os alimentares que colaboram com a amenização dos sintomas da azia. São eles:

  • Mastigar de forma adequada os alimentos – isso facilita o trabalho do estômago que responde diminuindo a produção de ácido gástrico;
  • Evitar o excesso no consumo de alimentos gordurosos colabora com a prevenção da azia. Além disso, o indivíduo portador de úlcera deve ficar longe de frutas ácidas, condimentos, embutidos e alguns tipos de verduras, como a couve, o brócolis, o repolho, o rabanete e o tomate;
  • Evitar períodos prolongados de jejum também reduzem as chances de aparecimento dos sintomas. Assim, o ideal é comer a cada três horas, evitando que o sistema digestivo sobrecarregue a produção do ácido gástrico;
  • É ideal evitar até duas horas após uma grande refeição para iniciar a movimentação física.
É importante ressaltar que o indivíduo com gastrite ou úlcera precisa evitar alimentos que causam acidez estomacal.

Alguns medicamentos colaboram com a amenização da azia. (Foto: divulgação)

A úlcera é um problema que afeta diversos indivíduos e quando não devidamente tratada pode trazer graves consequências. Após conhecer algumas dicas de dieta para quem tem úlcera, basta segui-las e obter os benefícios. Além disso, diante da persistência dos sintomas, é importante buscar a orientação de um especialista.

Leia Também:  amfAR 2012: Looks das Celebridades no Tapete Vermelho

Top