Dieta de Los Angeles

Dieta de Los Angeles

Desenvolvida por David Heber, especialista em nutrição e professor de medicina de uma das universidades mais conhecidas dos Estados Unidos, a Dieta de Los…

Por Andre em 16/04/2015

Desenvolvida por David Heber, especialista em nutrição e professor de medicina de uma das universidades mais conhecidas dos Estados Unidos, a Dieta de Los Angeles tem ganhado inúmeros adeptos, mundo afora, interessados em emagrecer com saúde.

Dieta de Los Angeles (Foto Ilustrativa)

Descrita no livro “Dieta de Los Angeles – Um Plano de 14 Dias que se Ajusta ao seu Biotipo”, de autoria do próprio médico, essa dieta ressalta a mudança no estilo de vida e o consumo adequado de alimentos naturais e coloridos como pontos de partida para a perda de peso.

De acordo com o doutor David Heber, o consumo balanceado de alimentos, em conjunto com o controle da fome e o aumento na prática das atividades físicas podem prevenir a obesidade.

Dieta do tipo sanguíneo

Dieta de Los Angeles

Essa dieta sugere adotar uma dieta bastante colorida, com frutas e vegetais de vários tipos (Foto Ilustrativa)

Como funciona a Dieta de Los Angeles? Esse plano alimentar é dividido em duas fases, tendo como principal proposta a substituição de algumas das refeições por shakes nutritivos (bebidas geladas e que tenham soja em sua composição). Além disso, a dieta também sugere a troca dos alimentos calóricos por vegetais e frutas.

Na primeira fase da Dieta de Los Angeles, com duração de uma semana, o café da manhã e o almoço são substituídos por shakes que aceleram o metabolismo e ajudam a eliminar as impurezas do organismo. Já na segunda fase, a substituição ocorre em apenas uma das principais refeições.

Mas o segredo da dieta de Los Angeles está nos shakes nutritivos (Foto Ilustrativa)

Shake para dieta – preços, onde comprar

Como os shakes da Dieta de Los Angeles são feitos para aumentar a saciedade e garantir alguns nutrientes, os primeiros sinais de emagrecimento podem surgir em pouco tempo, desde que você também passe a praticar exercícios físicos com regularidade e priorize uma alimentação saudável.

No cardápio, além dos shakes, também deve estar presente uma ampla variedade de frutas e hortaliças, de cores diferentes, que serão consumidas no lugar de comidas gordurosas, embutidos, doces, frituras e outros tipos de alimentos, que devem ser deixados de lado.

O segredo da Dieta de Los Angeles está nos shakes

Inicialmente, os shakes devem substituir o café da manhã e o almoço (Foto Ilustrativa)

Para aproveitar os benefícios da Dieta de Los Angeles, um dos segredos é preparar bem os shakes, que devem conter proteínas, fibras, carboidratos de baixo índice glicêmico, vitaminas e minerais. Na receita, é possível incluir vários tipos de frutas, para não enjoar, além de outros ingredientes saudáveis.

7 receitas de shakes para emagrecer

E como a dieta requer algumas mudanças na alimentação, é interessante consultar um médico ou nutricionista, antes de passar a seguir esse plano alimentar.

Top