Dieta de alimentos crus: como fazer, dicas

Escrito pela nutricionista norte-americana Natalia Rose, o livro “A Dieta Desintoxicante dos Alimentos Crus”, que ainda não lançado no Brasil, ensina um cardápio saudável…

A salada deve estar presente em suas refeições (Foto: Divulgação)

Escrito pela nutricionista norte-americana Natalia Rose, o livro “A Dieta Desintoxicante dos Alimentos Crus”, que ainda não lançado no Brasil, ensina um cardápio saudável que quase não utiliza o fogão. Esse poder dos alimentos sem cozimento, em estado natural, foi comprovado por uma pesquisa realizada nos Estados Unidos. O estudo apontou que quem consome mais alimentos crus pesa, em média, praticamente 12 quilos a menos do que os adeptos dos pratos sempre cozidos.

Leia também: Frutas que ajudam a queimar gordura

Depois de levado ao fogo muitos alimentos perdem vitaminas e compostos que fazem bem à saúde. O feijão, arroz, lentilha, grão-de-bico, entre outros grãos não se incluem nessa afirmativa, já que o cozimento faz com que as fibras sejam quebradas, ajudando assim na absorção do organismo. Consumir esse tipo item natural ajuda na melhora do funcionamento do intestino e dá disposição. Além disso, os alimentos crus também trazem benefícios para a beleza, pois previnem o aparecimento de acne e deixa o cabelo e as unhas mais firmes e brilhantes.

Saiba mais sobre: Dieta da Princesa Kate – passo a passo

Abuse das folhas em seu cardápio (Foto: Divulgação)

 

Dieta de alimentos crus: dicas

1. Aposente o fogão e micro-ondas. Utilize o liquidificador, faca e centrífuga para processar os alimentos;

2. Para o jantar opte por sopas. Porém, adicione hortaliças cruas picadas sem deixar que cozinhem;

3. Massas, arroz e tubérculos devem ser cozidos. No entanto, cozinhe-os por, no máximo, 15 minutos;

4. No caso dos legumes, os cozinhe com pouca água e tampe a panela para aproveitar o vapor. E não jogue fora o liquido após o cozimento, pois ele deve ser utilizado nas sopas e preparos de outros alimentos, como sucos;

Leia Também:  Dieta do sorvete: como fazer, cardápio

5. Opte por assar os vegetais, como a abóbora, com a casca. Pois assim, evita que o calor elimine os nutrientes do alimento;

6. Com relação a couve-flor e o brócolis, coloque-os num refratário com um pouquinho de água, tampe e leve ao forno. O próprio vapor vai cozinhá-los;

7. Siga em frente e não desanime, pois nenhuma reeducação alimentar é fácil. Se você enjoar dos alimentos, lembre-se de que há diversas opções de verduras, sementes e frutas. Use a criatividade e procure receitas para diversificar o seu cardápio.

Top