Dicas para tratar a obesidade infantil

As crianças gordinhas podem parecer bonitas para muitas pessoas, mas a obesidade infantil é um problema muito sério, que pode trazer graves consequências na…

As crianças gordinhas podem parecer bonitas para muitas pessoas, mas a obesidade infantil é um problema muito sério, que pode trazer graves consequências na vida adulta. Por isso, é essencial que os pais fiquem atentos e não permitam o desenvolvimento da doença. Saiba mais sobre o assunto e confira dicas para tratar a obesidade infantil.

A obesidade infantil é um problema que tem aumentado muito nos dias atuais. (Foto: divulgação)

Obesidade Infantil

A obesidade é considerada uma das doenças nutricionais com maior progressão em todo o mundo. Estima-se que aproximadamente de 20 à 25% das crianças brasileiras apresentam excesso de peso, nas faixas etárias entre 7 e 14 anos.

O crescimento da obesidade infantil se deve ao sedentarismo e ao maior consumo de carboidratos refinados e gorduras, presentes nos famosos Fast Foods. A alimentação infantil começa no nascimento da criança, quando a mãe inicia a amamentação. O aleitamento materno é a melhor e mais completa alimentação para a criança nos primeiros 6 meses de vida. Após esse período, é indicado não oferecer alimentos gordurosos e refrigerantes. O ideal é começar a introduzir frutas e vegetais para o pequeno.

Uma pessoa pode chegar a obesidade quando o consumo de energia é maior do que o necessário. A gordura corporal excessiva na infância pode gerar muitos danos à saúde da pessoa ainda jovem. Combater esse problema é um dos maiores desafios atualmente.

A família deve adotar hábitos alimentares saudáveis para tratar a obesidade infantil. (Foto: divulgação)

Veja também como evitar a obesidade infantil 

Dicas para tratar a obesidade infantil

1. Comece desde cedo a educar o paladar da criança, oferecendo alimentos naturais, como sucos e frutas. Ofereça mais verduras e legumes. Além disso, o cardápio diário deve ser diversificado, com refeições criativas e saborosas;

Leia Também:  Tapetes para cozinhas, como escolher

2. Estabelecer horários para as refeições é essencial. A criança deve se alimentar em um ambiente tranquilo, arejado e limpo. Jamais deixe que o pequeno coma em frente a televisão ou do computador, pois isso pode fazer com que ela exagere nas quantidades;

3. Os pais devem ser exemplos para os filhos. Não adianta encherem seus pratos com alimentos gordurosos e falarem para o pequeno comer salada;

4. Observe as refeições que são servidas na escola, pois elas devem ser saudáveis;

5. Os salgadinhos, as bolachas, as guloseimas devem ser evitadas ou consumidas em quantidades ideais. Os exageros são os principais responsáveis pela obesidade infantil;

6. Incentive a prática de exercícios físicos, obedecendo as preferências da criança para que se torne algo prazeroso.

Incentivar a prática de atividade física na infância é uma forma de tratar a obesidade. (Foto: divulgação)

Veja também obesidade infantil e seus perigos 

A obesidade infantil é um problema muito comum na atualidade e que deve ser tratado cuidadosamente. A reeducação alimentar envolve toda a família e, se necessário, um acompanhamento psicológico. Além disso, incentivar a prática de exercícios físicos é indispensável para tratar a obesidade infantil.

Top