Dicas para silhueta Triângulo Invertido

Como já percebemos, nossos corpos são diferentes uns dos outros, porém, temos semelhanças em nossas figuras. Essas semelhanças receberam nomes e se referem a…

Como já percebemos, nossos corpos são diferentes uns dos outros, porém, temos semelhanças em nossas figuras. Essas semelhanças receberam nomes e se referem a cada biótipo da mulher e estão divididos em cinco categorias de tipos de silhuetas: ampulheta, oval, retângulo, pêra e triangulo invertido.

As mulheres do biótipo triângulo invertido possuem quadris estreitos e ombros e costas mais largos. Essa silhueta costuma incomodar muita gente, pois a parte de cima do corpo é a que chama mais atenção. Para equilibrar, harmonizar e disfarçar a desproporção das medidas, alguns truques são necessários. Peças com corte e shape adequados também são essenciais. Vamos às dicas!

Esse tipo de corpo é muito comum entre as mulheres. Aqui, o objetivo principal é buscar um equilíbrio entre a parte de cima e de baixo, para disfarçar as medidas. Peças volumosas na região inferior são fundamentais, pois o tronco com volume fica neutro. Aposte em saias evasê e em linha A, com babados, o mesmo vale para os vestidos que precisam ter um decote maior para alongar o tronco. Estampas e cores estão liberadas para a parte de baixo.

As calças de corte reto são perfeitas, procure peças com detalhes nos bolsos e nos quadris. Isso cria um efeito de volume na região. Também é interessante as calças jeans de lavagens claras, pois as cores claras dão sensação de amplitude e isso ajuda as mulheres que são desfavorecidas de quadris. Cintos, laços, faixas e adereços deste tipo têm de ser usados na altura do quadril.

Em relação à parte superior do tronco é preciso tomar bastante cuidado, pois essa região tem volume extra nos ombros e costas. Portanto, preste atenção ao escolher os tops. Opte sempre por blusas sequinhas e de cores escuras, para afinar e alongar a silhueta. Decotes em V são essenciais, além de ombros sem volume. Deixe os detalhes para os punhos das blusas e também barras. As blusas precisam de um decote para mostrar o colo, causando um efeito de pescoço mais longo. Outro truque legal é apostar em blusas com a barra assimétrica perto do quadril, isso causa uma sensação de que essa região é maior.

É bom ficar longe de blusas de tecidos mais encorpados e estruturados, decotes canoa, tomara-que-caia, boleros, mangas curtas e volumosas. Tudo isso vai deixar a mulher com a parte de cima maior, portanto, passe longe desses modelos de tops! Para a parte inferior, evite vestidos e saias muito justos, pois irão revelar os quadris estreitos, modelos de saias de cintura alta, por também acentuarem a diferença entre os quadris e os ombros.

Agora dá pra se sentir muito bem com o corpo sem entrar em parafusos!

Top