Dicas para se dar bem Enem 2013

Agora que o Enem substitui o exame vestibular na imensa maioria das universidades brasileiras, públicas e privadas, e conta pontos também para a obtenção…

Agora que o Enem substitui o exame vestibular na imensa maioria das universidades brasileiras, públicas e privadas, e conta pontos também para a obtenção de bolsas de estudo no ProUni (Programa Universidade para Todos), os estudantes que estão prestes a fazer o exame têm ainda mais interesse em ir bem nas provas que o compõem, para garantir a tão sonhada vaga num curso superior. Confira aqui algumas dicas para se sair bem no Enem 2013.

O Enem permite o acesso de estudantes a universidades públicas e privadas (Foto: divulgação)

Leia também: Enem: provas anteriores, onde encontrar.

Enem: como são as provas

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é composto, atualmente, por 180 questões, sendo 45 para cada uma das quatro áreas do conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação; e Matemática e suas Tecnologias. As provas do Enem são realizadas em dois dias seguidos (sábado e domingo), no período da tarde, sendo que no primeiro dia são aplicadas as questões das duas primeiras áreas do conhecimento acima citadas, e, no segundo dia, as questões das duas últimas.

Agora que você já sabe como o exame é dividido, conheça algumas dicas para se dar bem no Enem 2013.

Resolva primeiramente as questões de disciplinas com as quais você tenha mais afinidade (Foto: divulgação)

Veja também: Como se aplica o Enem 2012 nos vestibulares.

Dicas para se dar bem no Enem 2013

  • Resolva em primeiro lugar as questões da área de conhecimentos com a qual você tem mais afinidade, deixando para depois aquelas em que você não é tão bom assim. Geralmente, quem gosta muito de português e redação não costuma ter tanta afinidade com matemática e física, por exemplo, e vice-versa.
  • Dentro do grupo de questões de sua área de maior afinidade, deixe para responder mais tarde àquela questão que, a uma primeira leitura, lhe trouxer dúvidas quanto à alternativa correta ou mesmo você não tiver noção nenhuma de qual seja a resposta dela. Quem age assim economiza minutos preciosos da prova e tem mais tempo para resolver, nos minutos finais, as questões em que houve dúvidas.
  • Na prova de redação, é importante escrever com letra legível e ficar atento para não cometer nem erros ortográficos nem gramaticais. Se sua letra não é muito bonita, treine desde já para que ela esteja ao menos fácil de entender, na hora da correção feita pela banca examinadora.
  • Quanto a redigir de acordo com o tema proposto, uma boa maneira de treinar isso é lendo as redações mais bem pontuadas nos exames anteriores do Enem. O manual do exame traz, a cada ano, essas dissertações e você pode compará-las para analisar seus aspectos mais interessantes, os quais lhes renderam essas tão altas pontuações.

    Leia as redações mais bem pontuadas dos anos anteriores do Enem (Foto: divulgação)

Top