Dicas para resolver problemas familiares

Em quase toda família, existe um cunhado que não fala com uma cunhada, uma nora que não fala com a sogra, um tio que…

Discórdias entre membros de uma família são comuns, mas é preciso resolvê-las (Foto: Divulgação)

Em quase toda família, existe um cunhado que não fala com uma cunhada, uma nora que não fala com a sogra, um tio que não fala com um sobrinho, entre outras contradições familiares. Os motivos são os mais diversos, porém, o resultado é sempre o mesmo: muita chateação, principalmente em festas em que todos estão presentes. Por isso, veja aqui algumas dicas para resolver problemas familiares.

Se um dos envolvidos na briga não for ao mesmo lugar em que o outro estiver, diga-lhe que ele está sendo infantil e que não é necessário se privar da família por causa dele. Com isso, você estará sendo um pacificador honesto e cauteloso.

Então, quando estes familiares estiverem na mesma festa, tente aproximá-los através de jogos ou conversas divertidas. Mesmo que não se falem, poderão perceber o quanto um pode ser divertido e camarada. Esse será o início de uma sensibilização das partes envolvidas.

Chame cada um dos envolvidos na briga para conversar em particular e tente sensibilizá-los (Foto: Divulgação)

Não é fácil resolver os problemas familiares, mas com um pouco de tato e de paciência, você conseguirá sensibilizar as partes envolvidas na discórdia. Comece chamando cada um para um canto para uma conversa sincera e diga para aos envolvidos que eles fazem parte de uma mesma família e que, com o comportamento deles, ela poderá se dissolver.

Se eles permitirem, chamem-nos para terem um diálogo sincero e colocarem tudo em pratos limpos, desde o motivo que os levou à briga até como poderão resolvê-lo. Se preferirem, deixem-nos a sós para que tenham mais liberdade para conversarem.

Depois, faça com que tenham uma conversa em particular (Foto: Divulgação)

E quando você finalmente conseguir unir os dois membros discordantes da sua família, faça uma grande festa para demonstrar-lhes o quanto são queridos e que a partir de então, todos estarão mais felizes, porque em uma família não deve haver maus sentimentos.

Leia Também:  Cefaleia tensional: o que é, como lidar

Os problemas familiares não podem se estender por muito tempo, pois senão, tornam-se um costume e passam a ser comuns. Portanto, assim que alguém da sua família brigar com outro membro dela, apazigue-os o mais rápido possível ou muita gente poderá sair ferida dessa discórdia. Para tanto, seja paciente, tranquilo e retórico.

Top