6 Dicas para reformar sua casa com mais economia

Lucas 10/03/2022 Decoração

Reformar um imóvel tem muitos objetivos. É possível transformar o ambiente para deixá-lo mais moderno, confortável ou amplo, por exemplo. Também pode ser uma forma de aumentar o valor de avaliação do imóvel, de um jeito simples e efetivo. Mas como fazer para pagar menos depois de contratar um consórcio para reforma?

Com algumas dicas simples, é possível diminuir os gastos gerais dos processos de mudança dos ambientes. Ao mesmo tempo, você pode manter os pontos principais para atender aos seus interesses.

reformar casa barato

6 Dicas para reformar sua casa com mais economia

Quer descobrir como fazer isso? Veja como economizar ao reformar e descubra como isso envolve o consórcio para reforma!

Faça um planejamento completo da obra

Antes mesmo de iniciar a reforma é necessário montar um planejamento de tudo o que deve acontecer. Primeiramente, isso é importante porque ajuda a garantir mais segurança e organização, para que você tenha a certeza de que tudo sairá conforme o esperado.

Além disso, é uma forma de planejar melhor o orçamento e evitar adições que acontecem de maneira não planejada. Ao criar um plano e ao se ater a ele, você pode economizar na reforma e ter mais facilidade no pagamento.

Pesquise e negocie com fornecedores

Para fazer compras mais em conta, é preciso pesquisar bastante entre os fornecedores de materiais de construção e acabamento. Faça a cotação das quantidades junto a diferentes empresas de qualidade equivalente. Assim, é possível evitar preços muito elevados.

Além disso, você deve aproveitar para negociar. Se for comprar quantidades maiores ou vários produtos em um só lugar, por exemplo, é interessante conversar sobre descontos ou condições mais facilitadas para o pagamento. Esse é um jeito de economizar sem deixar de lado o que você deseja obter com a reforma.

Contrate profissionais qualificados

Outro custo relevante envolve os profissionais que realizarão a reforma. Por isso, muitas pessoas acabam optando por quem cobra menos — mas essa não é a melhor alternativa.

Em vez disso, a dica é contratar profissionais realmente capacitados e que tenham as habilidades necessárias para o que você deseja. Ainda que cobrem mais caro que outros profissionais, você terá economia em vários sentidos.

Essa é uma forma de evitar erros e retrabalhos, o que melhora o aproveitamento de materiais e previne atrasos. Ainda, é uma questão importante para que você possa obter o resultado que realmente deseja.

Compre materiais de qualidade

Da mesma forma que é necessário contratar profissionais capacitados, vale a pena priorizar a compra de materiais de qualidade. Ainda que eles custem um pouco mais, também podem oferecer mais vantagens.

Os insumos tendem a render mais e materiais de revestimento e acabamento têm melhor duração. No final, a escolha de bons produtos é essencial para que o imóvel se mantenha bonito por mais tempo e com menos manutenção.

Opte por processos mais simples para economizar

Ao reformar um imóvel, nem sempre é preciso fazer grandes mudanças estruturais. Em vez de quebrar uma parede, considere se é possível adaptar o local como ele já existe, por exemplo.

Já a troca de revestimento pode dar lugar a uma nova aparência promovida por tinta ou adesivos. Essas são apenas algumas alternativas, mas existem outras formas de reformar sem precisar dispor de tantos recursos assim.

Dentro do que for possível, portanto, você pode escolher fazer essas adaptações pontuais. Com isso, é possível dar uma nova aparência ao espaço sem precisar gastar demais.

Acerte na forma de pagamento

Além de entender como economizar na realização das etapas da reforma, é importante pensar na maneira ideal de realizar o pagamento.

Em vez de fazê-lo de uma só vez, é possível buscar produtos financeiros para ajudá-lo a parcelar o valor de maneira que seja mais conveniente para o seu bolso.

Uma das opções é o empréstimo. Ele prevê uma liberação menor de recursos e com menos tempo para pagar, além de ter juros. Porém, você tem liberdade para usar como quiser.

Já o financiamento prevê a cobrança de juros e tem um prazo maior, mas é mais limitado quanto à liberação e ao uso de recursos.

O consórcio imobiliário, por sua vez, tem diferenciais importantes. Com ele, você não paga taxa de juros, sendo que a principal cobrança é a taxa de administração.

Além disso, é possível ter mais flexibilidade para usar os recursos. Você pode dispor do dinheiro para as etapas desejadas para a obra, sem precisar atender às restrições do financiamento, por exemplo.

Além disso, você tem um período flexível para o pagamento e consegue obter uma carta de crédito do tamanho das suas necessidades. Portanto, é uma possibilidade conveniente, acessível e que pode ajudá-lo a obter os resultados desejados com mais facilidade.

Com essas dicas, agora você sabe como economizar ao reformar. Para que todo o custo geral seja menor e se adapte melhor ao orçamento, um consórcio para reforma é a melhor alternativa — então vale a pena considerar.

Quer reformar seu imóvel com a ajuda de um consórcio? Simule!

Outros artigos

Como fazer a leitura de um pneu

05/01/2013

Como fazer a leitura de um pneu

Cada pneu traz em sua lateral um código de leitura numérico que pode confundir muitas pessoas que não sabem ao certo como decifrá-lo. No entanto, é essencial saber c...

Melhores livros de Nicholas Sparks

11/05/2012

Melhores livros de Nicholas Sparks

[caption id="attachment_442193" align="aligncenter" width="318" caption="Uma carta de amor."][/caption] Nicholas Sparks é um romancista norte-americano que possui...