Dicas para quem vai morar sozinho

Editorial MDT 29/03/2012 Bem Estar

Programar as contas e rendimentos é algo extremamente importante.

Morar sozinho é o sonho de praticamente todos os jovens, mas ao se verem em uma vida totalmente diferente, esse sonho pode acabar se tornando um verdadeiro pesadelo. Se livrar dos pais, das leis e ordens da casa é algo muito esperado, ter seu próprio cantinho, com suas coisas e estilo realmente é algo muito bom, mas algo que quase nunca é levado em conta é a grande responsabilidade de se morar sozinho.

Antes mesmo de pensar em alugar uma casa para viver sozinho, é necessário tomar alguns cuidados, e o primeiro deles é montar uma planilha com todos os gastos, estimando o valor, de modo que um valor real só poderá ser definido no primeiro mês de vida solitária.

Conversar com outras pessoas que já passaram pela mesma experiência é uma ótima opção para retirar algumas dúvidas. Comece a listar tudo o que você possui, tudo o que ganhará de amigos e familiares e tudo o que ainda precisará comprar para viver decentemente.

Manter a casa em ordem e as roupas lavadas é uma das tarefas mais difíceis e por isso deve ser levada a sério.

Para as pessoas que não possuem muito dinheiro para fazer um investimento legal na casa, a melhor dica é adquirir itens usados como geladeira, fogão, microondas,  melhor ainda se estes itens vierem de pessoas próximas e confiáveis que estão dispostas a deixar os produtos por um preço amigável.

Pequenos gastos são um dos maiores problemas dos que vivem sozinhos. As balinhas e chicletes comprados diariamente, aquele lanche ou pizza no meio da semana, o refrigerante do almoço, tudo isso pode influenciar nas contas no fim do mês, por isso estas pequenas coisas devem ser levadas em questão, para não prejudicar o orçamento do mês.

Nunca comprometa mais que 1/3 da renda com o aluguel, uma vez que,  além dele  haverão outras contas como energia elétrica, mercado, água, gás , roupas, lazer, problemas inesperados, entre outros. Contas de luz não devem ser muito altas, principalmente para quem trabalha o dia todo. As contas de água também costumam ser baixas, quase sempre no valor mínimo cobrado pela prestadora de serviço. Contudo, para não ter erros, a melhor coisa é fazer uma média com a conta de casa.

Se alimentar bem é a chave para não ter gastos extras e problemas de saúde.

Tente poupar sempre, pois muitas vezes ficamos doentes, ou ocorrem imprevistos e não tem nada pior do que declarar independência e então ter que voltar para a casa dos pais porque não se programou direito.

As roupas podem ser levadas na casa dos pais no começo, mas depois você mesmo precisará cuidar delas. Neste caso, é necessário comprar uma máquina, ou mandar na lavanderia, depende da quantidade de peças e do valor disponível para esta tarefa. O mercado também é algo importante, uma boa dica é sempre comprar comida boa, frutas, verduras, evitando alimentos industrializados.

Para facilitar a vida, uma boa opção é fazer a comida e congelá-la, arroz, feijão e legumes aceitam este procedimento e com algum esforço dá para comer comida requentada sem problemas. O mais importante de tudo é: não queira tudo certo e prontinho logo no começo, morar sozinho não é fácil, mas com o tempo novos hábitos são adquiridos e com estas dicas para morar sozinho, tudo se torna bem mais fácil.

Outros artigos

Alzheimer: o que é, como tratar

21/01/2013

Alzheimer: o que é, como tratar

De acordo com dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz), aproximadamente 6% das 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade sofrem com o Mal de Alzh...