Dicas para prevenir a enxaqueca

A enxaqueca é cercada de mitos e verdades, e esse tipo de dor de cabeça altamente incapacitante, prejudica o dia a dia de muitas…

Por Editorial MDT em 11/07/2013

A enxaqueca é cercada de mitos e verdades, e esse tipo de dor de cabeça altamente incapacitante, prejudica o dia a dia de muitas pessoas. Duas vezes mais comum em mulheres, esse tipo de cefaleia pode ser evitada com algumas medidas simples. Fique por dentro do assunto e confira algumas dicas para prevenir a enxaqueca.

A enxaqueca é um tipo de cefaleia que causa incapacitação. (Foto: divulgação)

Dicas para prevenir a enxaqueca

  • Mantenha uma rotina constante de horas de sono e hábitos alimentares;
  • Trate a ansiedade e evite sofrer por antecipação. Essa medida isolada é capaz de evitar um grande número de problemas de saúde. A ansiedade pode desencadear as crises de enxaqueca porque faz com que o organismo dispare diversos mecanismos de defesa, dentre os quais um deles é a dor;
  • Evite o jejum prolongado. A hipoglicemia, ou seja, a baixa concentração de açúcar no sangue, estimula a liberação de substâncias que são responsáveis por desencadear as crises de enxaqueca. O ideal é comer a cada 3 ou 4 horas e evitar exageros;
  • Mais importante que o tempo dormindo, é preciso ficar atento na qualidade do sono. Caso sejam identificados problemas como apneia do sono, roncos, síndrome das pernas inquietas ou qualquer outra comorbidades que possa atrapalhar as noites, é preciso trata-las para evitar as crises de enxaqueca;

    O jejum prolongado pode desencadear crises de enxaqueca. (Foto: divulgação)

  • Fazer uma consulta ao ginecologista pode ser uma boa ideia, especialmente no caso de mulheres que apresentam as crises antecedendo os períodos menstruais. Quando os hormônios se tornam estáveis, seja pelo uso de anticoncepcionais, pela gestação ou menopausa, as crises de dor costumam diminuir;
  • Mudanças bruscas de humor são potenciais fatores desencadeantes de crise de enxaqueca. É necessário tentar relaxar e controlar a irritabilidade;
  • Evite substâncias estimulantes como a cafeína, facilmente encontrada no café, refrigerantes e chá preto. Tanto o uso excessivo como a interrupção súbita desse tipo de produto é capaz de desencadear as crises de enxaqueca;
  • Cultive bons hábitos alimentares. Leite, queijos e derivados podem ser considerados vilões, para pessoas que costumam ter crises recorrentes de dor de cabeça;
  • Não deixe de praticar atividade física regularmente. Tanto a intensidade quanto a frequência dos exercícios é muito importante, pois estimula a liberação de endorfinas e serotonina pelo organismo, que são importantes neurotransmissores relacionados ao relaxamento e sensação de prazer.

O estresse deve ser controlado por quem sofre de enxaqueca. (Foto: divulgação)

A enxaqueca é uma dor de cabeça muito intensa, e diversos fatores podem desencadear ou agravar a dor de cabeça. Esse tipo de cefaleia afeta diretamente a qualidade de vida de várias pessoas, especialmente as que costumam sofrer crises recorrentes. Felizmente é possível prevenir o problema com algumas recomendações simples.

Top