Dicas para o acompanhante durante o parto

De acordo com pesquisas, os partos realizados com a presença de um acompanhante proporcionam muito benefícios e evitam problemas à saúde da gestante. Toda…

De acordo com pesquisas, os partos realizados com a presença de um acompanhante proporcionam muito benefícios e evitam problemas à saúde da gestante. Toda mulher tem o direito de ter um acompanhante. Essa leia é resultado de algumas ações do Ministério da Saúde para melhorar a qualidade do atendimento às gestantes e humanizar os partos no Brasil. Saiba mais sobre o assunto e confira dicas para o acompanhante durante o parto.

O acompanhante proporciona maior segurança no parto. (Foto: divulgação)

Acompanhante durante o parto

A Organização Mundial de Saúde recomenda que a gestante tenha um acompanhante durante todo o trabalho de parto. Segundo pesquisas feitas com mais de 5 mil mulheres, as grávidas que têm um acompanhante durante o parto e pós-parto ficam mais tranquilas e seguras, melhorando a qualidade do processo.

A presença de uma pessoa conhecida, contribui para a diminuição do tempo do trabalho de parto. O acompanhamento ajuda também a reduzir a possibilidade da paciente sofrer depressão pós-parto, doença que atinge cerca de 15% das mães. A prática é benéfica para todos os envolvidos, seja o bebê, a gestantes e também a equipe que realiza o procedimento.

Toda mulher tem direito a um acompanhante durante o parto. (Foto: divulgação)

Veja também parto humanizado, o que é 

Dicas para o acompanhante durante o parto

1. Para não ocorrer situações de estresse nesse momento, escolha bem os médicos e a maternidade. Converse antes, veja o que pensa a instituição e a equipe médica antes do parto. Se necessário, leve uma cópia da lei e algumas testemunhas;

2. A parturiente pode escolher quem quiser para acompanha-la nesse momento tão especial, independente do grau de parentesco, sexo ou instrução;

3. Alegar o desconhecimento da lei também não é um motivo para impedir a entrada do acompanhante. De acordo com o artigo 3º da Lei de Introdução ao Código Civil, não é permitido impedir o direito de alguém por não conhecer a lei;

Leia Também:  Mousse de Maracuja - Saiba como fazer

4. Se a presença do acompanhante for impedida pela equipe, denuncie. Os funcionários públicos que praticarem o ato contra a disposição expressa na lei, praticam crime de prevaricação. Nenhum hospital ou maternidade pode conter regras internas que contrariem as leis federais;

5. As desculpas como fragilidade emocional do acompanhante, devem ser ignoradas. Caso o médico julgue que o indivíduo não está em condições de permanecer ao lado da gestante, o mesmo deve orientá-la para indicar outra pessoa.

A parturiente pode exigir o acompanhante no parto. (Foto: divulgação)

Veja também acompanhamento de partos no Brasil, como funciona

Toda gestante tem direito a um acompanhante durante o parto. Sendo assim, é necessário que ela exija seus direitos antes mesmo da realização do procedimento. É importante que a parturiente se sinta segura durante esse momento tão especial em sua vida. Aposte nas dicas para acompanhante durante o parto citadas acima e faça esse dia correr da melhor forma possível.

Top