Você está em: MundoDasTribos > Tecnologia> Dicas para navegar na web sem expor a privacidade

Dicas para navegar na web sem expor a privacidade

Por Andre

Muitos internautas têm sérias desconfianças em relação à segurança de seus dados na internet, devido ao aumento de casos de roubos de informações sigilosas, como senhas de cartões de créditos, informações bancárias, etc, evitando utilizar diversos serviços online.

Cada vez mais os internautas querem manter o anonimato na web (Foto: Divulgação)

Algo que também contribuiu para aumentar o receio de quem acessa a web, seja para enviar um simples e-mail, fazer compras online, transferir dinheiro entre contas ou apenas para bater papo com os amigos foi a denúncia feita pelo ex-agente da CIA, Edward Snowden, dando conta de que o governo norte-americano tem realizado espionagem na internet.

Diante de tudo isso, cada vez mais pessoas têm optado por se manterem anônimas enquanto estão no mundo virtual, fazendo uso de diversas ferramentas que a tecnologia oferece para esse fim. Se você também quer seguir esse caminho, não deixe de conferir as dicas para navegar na web sem expor a privacidade.

Utilize o modo de navegação anônima

A navegação anônima do Chrome evita que seus hábitos online sejam gravados (Foto: Divulgação)

Os principais e mais populares navegadores da atualidade oferecem um excelente recursos para que o internauta se mantenha “escondido” na web. Trata-se da função de navegação anônima, através da qual os cookies de rastreio são bloqueados.

No caso do Google Chrome, por exemplo, basta clicar no menu de configurações e escolher a opção “Nova janela anônima”, enquanto no navegador da Mozilla, é só clicar no “botão do Firefox” e selecionar “Nova janela privativa”. Já no Internet Explorer, esse recurso pode ser ativado no meu “Segurança”, escolhendo a alternativa “Navegação InPrivate”.

O Internet Explorer oferece opção semelhante (Foto: Divulgação)

Feito isso, você pode navegar normalmente por qualquer site, sem que as páginas visitadas consigam gravar os seus hábitos online e que outros usuários daquela máquina fiquem sabendo por onde você passou, uma vez que o histórico de navegação não é salvo no modo anônimo, mantendo a sua privacidade.

Desligue a webcam

A webcam é um dispositivo que pode servir para espionar internautas à distância (Foto: Divulgação)

Por mais ficção que isso se pareça, a webcam do seu computador pode ser utilizada, sem que você note, para espionar tudo o que se passa nas proximidades do equipamento. É que existem programas que possibilitam o acesso remoto ao dispositivo, facilitando o seu manuseio à distância.

Para evitar qualquer problema do tipo, não clique em links suspeitos que exigem permissão para usar a sua câmera. O mesmo vale para programas baixados da internet. Se mesmo assim desconfiar de que está sendo vítima desse golpe, cubra a lente da câmera quando ela não estiver em uso ou desconecte-a do PC.

Apague os cookies regularmente

Página de configurações do Chrome (Foto: Divulgação)

Entre outras coisas, os cookies servem para registrar todas as suas ações em um determinado site, gravando hábitos e preferências, para montar um perfil de cada internauta e oferecer serviços direcionados a ele.

No entanto, isso pode tornar a navegação chata, uma vez que você verá sempre as mesmas propagandas, por exemplo, e ainda pode servir de entrada à sua máquina para alguns criminosos virtuais. Para diminuir esses riscos, é recomendável apagar os cookies regularmente.

Configurações do Internet Explorer (Foto: Divulgação)

Se você usa o Chrome, clique no ícone ao lado da barra de endereços, escolha a opção “Configurações” e depois clique em “Configurações de conteúdo”, na aba “Privacidade”. Selecionando a caixa “Manter dados locais só até eu sair do navegador”, os cookies serão apagados assim que você fechar o browser.

Já no Internet Explorer, um recurso semelhante pode ser ativado no menu “Opções da internet”, na aba “Geral”. Basta marcar a alternativa “Excluir histórico de navegação ao sair” para que os cookies sejam deletados ao fechar o browser.

Configurações do Firefox (Foto: Divulgação)

No caso do Firefox, abra o menu “Ferramentas”, acesse a área “Opções” e posteriormente “Privacidade”. Depois, marque a opção “Notificar aos sites que não desejo ser rastreado”, para impedir que os cookies pratiquem essa ação.

Use programas que aumentam a privacidade da navegação

O Ultrasurf ajuda a aumentar a privacidade durante a navegação na web (Foto: Divulgação)

O Ultrasurf, o Tor e o Spotflux são alguns dos programas que ajudam a ter privacidade na internet, evitando que a sua navegação seja monitorada. Dessa forma, você pode navegar com mais segurança e evitar que outras pessoas saibam quais sites estão sendo visitados.

Dê preferência aos buscadores que não te rastreiam

O DuckDuckGo é um buscador que não rastreia os usuários (Foto: Divulgação)

Devido à ação de mecanismos que montam um perfil para cada usuário, os buscadores mais famosos, como o Google, o Yahoo! e o Bing, costumam mostrar resultados para as pesquisas com base nas preferências do internauta, interferindo diretamente nas buscas.

Se você quer uma alternativa a esses sites populares, o DuckDuckGo é uma excelente opção, pois permite aos internautas pesquisar anonimamente, sem serem rastreados, e ainda mostra os resultados livres de qualquer filtro.

Recomendado para você
Tecnologia

Como criar uma conta no Skype passo a passo

Tecnologia

Badoo Como Funciona?

Tecnologia

Celulares em promoção na Black Friday

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *