Dicas para não se enrolar com as contas

Com a facilidade de conseguir crédito em instituições financeiras e com limites altos em cartões de crédito e no cheque especial, muitas pessoas acabam…

Com a facilidade de conseguir crédito em instituições financeiras e com limites altos em cartões de crédito e no cheque especial, muitas pessoas acabam comprando mais do que podem pagar e as dívidas ultrapassam o valor do salário, comprometendo a renda familiar. Para evitar que isso ocorra você pode ter como base algumas dicas para não se enrolar com as contas e evitar que o excesso de gastos torne-se um problema na sua vida.

Deixe o cartão de crédito apenas para compras grandes (Foto: divulgação)

Dicas para não se enrolar com as contas

O passo a passo para não se enrolar com as contas inclui em primeiro lugar a necessidade de fazer uma planilha ou anotar todos os seus gastos. Separe aquilo que é primordial como o aluguel, condomínio, água, luz, alimentação e educação do que é supérfluo. Verifique se suas despesas condizem com o que você ganha e corte aquilo que não for essencial. Se você tiver o costume de esquecer-se de pagar as contas, coloque-as em débito automático para que sejam quitadas na data correta e evite multas e juros.

Aproveite descontos em pagamentos antecipados (Foto: divulgação)

Como evitar se enrolar com as contas

No setor de educação, muitas faculdades, escolas e cursos oferecem descontos para quem paga até uma determinada data. Essa é outra maneira para não se enrolar com as contas, organize-se para pagar antes e economize.  Deve-se tomar cuidado também com dívidas para terceiros. Por mais que fique penalizado com um amigo que quer comprar alguma coisa e não tem crédito, não empreste cartões de crédito ou abra crediário em seu nome para outra pessoa comprar. Caso a pessoa não pague depois, você é quem terá que arcar com a dívida.

Não deixe de ler: Economizar dinheiro ganhando pouco: dicas

Dicas para Poupar Dinheiro

 

Guarde dinheiro para eventualidades (Foto: divulgação)

Se você tem dúvidas de como evitar se enrolar com as contas, saiba que ter uma poupança com dinheiro guardado para o caso de uma eventualidade ocorrer, ajuda muito. Deixe uma quantia reservada para cobrir gastos com saúde, desemprego ou conserto de carro ou troca de aparelhos em casa. Seja cuidadoso com cartões de crédito, prefira comprar à vista e use-o somente para compras maiores e importantes e não para pagar um lanche ou gastar no mercado. O cheque especial também não deve comprometer mais que 10% de sua renda, pois não é uma extensão de seu pagamento, apenas um dinheiro a contar se houver necessidade.

 


Top