Dicas para manter as amizades no trabalho

Todos os dias a milhares de pessoas deixam os seus lares a caminho de seu local de trabalho, onde, muitas vezes, passam mais tempo…

Por Élida Santos em 16/02/2012

Cultive as boas relações de trabalho (Foto: Divulgação)

Todos os dias a milhares de pessoas deixam os seus lares a caminho de seu local de trabalho, onde, muitas vezes, passam mais tempo ao lado dos seus colegas de emprego do que de sua própria família. Como em qualquer relacionamento, é comum que alguns desentendimentos ocorram, mas por se tratar de um ambiente corporativo, sua postura deve ser a mais adequada possível.

Diante de um grupo social é comum que pequenos subgrupos de afinidades surjam. As pessoas tendem a se aproximar de quem, por algum motivo, se sentem mais à vontade. Dessa mesma maneira, alguns se afastam de outros, justamente por não sentirem-se à vontade com a presença do outro. Tudo isso ocorre dentro de uma companhia, mas não pode afetar o seu trabalho.

Se você não quer ser amigo de alguns colegas de trabalho não se sinta mal por isso, ninguém é obrigado a gostar do outro, porém, seja profissional. Converse sobre trabalho enquanto estiver na organização e trate-o bem. Não dê intimidade se achar que deve, mas seja educado. O respeito deve conduzir as relações humanas.

O respeito é fundamental (Foto: Divulgação)

Agora, se você gosta de fazer amizades no local de trabalho, saiba separar essa relação, ainda mais se o seu cargo for de chefia. Não é justo com os demais funcionários tratamento diferenciado. É claro que algumas situações exigem exceção, porém, o motivo de tal atitude deve ser a mais profissional possível. Não proteja seu amigo na organização, isso pode soar mal.

Ter amigos no trabalho é muito melhor que inimigos (Foto: Divulgação)

Outro erro comum entre as pessoas que estabelecem laços de amizade, ou de rivalidade dentro do ambiente de trabalho é não saber separar isso fora da companhia. Por exemplo, você é muito amigo do seu gestor e ele te negou uma folga no meio da semana, mas você tinha banco de horas em a ver. Não vale ficar sem conversar com a pessoa por causa disso. A decisão foi profissional e você deve debater isso como um colaborador falando com seu supervisor, e dentro do local de trabalho. Nada de levar os problemas profissionais para sua residência, ou qualquer outro local que não seja a empresa em questão.

Lembre-se que é muito mais agradável conviver em harmonia, tendo conversas sinceras. Seu posto dentro da organização pode mudar, você pode ser convidado a se desligar da empresa, mas as pessoas que conheceu pode ser que leve para o resto da vida. Cabe a você escolher como vai se relacionar com seus colegas dentro ou fora da empresa.

Top