Dicas para fazer o tempo render

Não são poucas as pessoas que sentem enorme dificuldade em administrar o tempo que têm. A cada dia, a lista de deveres e serem…

Por Editorial MDT em 20/02/2013

Não são poucas as pessoas que sentem enorme dificuldade em administrar o tempo que têm. A cada dia, a lista de deveres e serem cumpridos parece aumentar. Corre-se contra o relógio e sente-se que o ideal seria mesmo aumentar as horas. Entretanto, sabemos que isso é impossível. Teoricamente, o dia tem 24 horas e oito dela deveriam ser reservadas ao descanso, como forma de repor as energias e manter o corpo saudável. Muitas pessoas, porém, não conseguem realizar todas as suas tarefas, em 16 horas, em média. Há muitas, inclusive, que dormem apenas 4 ou 5 horas e cumprem obrigações durante todo o resto do tempo diário. Existem, ainda, aqueles passam muitas horas acordados, mas não conseguem cumprir o que foi agendado. Este pode ser um sinal de que não se está fazendo o tempo render, conforme é necessário e possível.

A corrida contra o tempo faz parte da vida de todas as pessoas (Foto: Divulgação)

Como fazer o tempo render

Para fazer o tempo render, é primordial traçar planos, estabelecer metas e cumpri-las. O planejamento é de extrema importância. Ele permite que a pessoa se organize, de acordo com suas necessidades e facilidades em realizar determinadas tarefas, sem perder tempo com coisas que não estão sendo produtivas. É perfeitamente possível incluir banalidades na agenda diária, mas estas também devem ter um horário especial para serem feitas.

É importante reservar um tempo do dia para a distração (Foto: Divulgação)

É importante ter em mente o que realmente pode ser considerado produtivo ou não. Em geral, as obrigações, quando cumpridas de forma eficiente e com tempo de sobra, são as responsáveis pela conclusão de que o dia foi proveitoso. Porém, também é extremamente importante reservar horários diários para coisas que não sejam obrigatórias e que devem ser feitas apenas para o prazer e o relaxamento. A forma como cada pessoa usa o seu tempo de descanso é bastante variável. O importante é que tais coisas não interfiram nas horas que devem ser trabalhadas (ou estudadas, etc), pois quando não se consegue cumprir as metas, os sentimentos de acúmulo e stress são inevitáveis – o que, em geral, não acontece com o lazer.

Horários mais produtivos

Se possível, deve-se analisar quais são os horários mais produtivos e encaixar neles e execução de tarefas mais importantes. Há pessoas que raciocinam melhor, durante a tarde ou à noite. O estudo, por exemplo, pode ser reservado a tais horários. As tarefas de menor complexidade podem ser colocadas nos horários em que se percebe não haver tanta produtividade.

Deve-se estabelecer metas diárias, cumprindo-as (Foto: Divulgação)

Para finalizar, a dica é não se render a coisas que fazem perder tempo. Está massificado o uso de redes sociais, atualmente. Este é somente um exemplo de como as metas diárias podem ser afetadas pelo uso da internet, de forma impulsiva. Quem não abre mão da frequência a tais páginas, deve reservar um horário fixo do dia para isso. Assim, pode-se relaxar, à vontade, sem interferir no tempo do cumprimento das obrigações, fazendo com que ele renda mais.

Organize-se: Dicas para organizar melhor o seu tempo

Veja dicas para o trabalho: Dicas para fazer o trabalho render

Top