Dicas para evitar infecções ginecológicas

As infecções vaginais, também chamadas de vaginites, podem ter várias etiologias e, em alguns casos, representar grande risco ao aparelho reprodutor feminino. Essa inflamação…

As infecções vaginais, também chamadas de vaginites, podem ter várias etiologias e, em alguns casos, representar grande risco ao aparelho reprodutor feminino. Essa inflamação vaginal normalmente é caracterizada por desconforto, acompanhada de irritação, coceira e cheiro forte, sendo que os sintomas podem variar dependo do agente causador. A melhor maneira de ficar longe desse tipo de problema é apostando na prevenção. Confira algumas dicas para evitar infecção ginecológica.

Saiba quando se preocupar com o corrimento vaginal.

Algumas dicas podem ajudar a prevenir infecções vaginais. (Foto: divulgação)

Dicas para evitar infecção ginecológica

  • Todo mundo sabe que manter uma boa higiene é uma maneira bastante eficiente de evitar doenças. A regra também é válida no caso de infecções ginecológicas, sendo bastante recomendado manter adequada limpeza, principalmente após urinar ou defecar. Outra regra importante é nunca passar o papel higiênico de trás para frente, pois essa medida acaba transferindo os microrganismos do aparelho gastrintestinal para o genital, que é bem mais delicado;
  • Apesar de a higiene íntima ser uma medida importante, é necessário ressaltar que a realização de duchas vaginais podem ser prejudiciais, pois favorecem a contaminação interna por agentes anteriormente localizados fora da vagina. Ainda sobre os hábitos de limpeza nada saudáveis, é preciso lembrar que usar produtos de higiene íntima em excesso pode causar irritações vaginais e facilitar infecções por alterar o pH da região e quebrar o equilíbrio da flora vaginal;
  • Locais úmidos criam o ambiente ideal para a proliferação de bactérias e fungos. Por isso é preciso manter os genitais sempre secos, especialmente após os banhos de chuveiro ou piscina;

Confira 5 motivos para fazer o papanicolau.

 

Exagerar nos produtos de higiene íntima pode ser prejudicial. (Foto: divulgação)


  • A fim de manter as partes íntimas bem arejadas, desestimulando o crescimento bacteriano e fúngico, é super indicado usar roupas mais folgadas e roupa íntima de algodão. Outra boa dica para prevenir infecções é ir dormir sem usar calcinhas ou pijamas;
  • Alguns hábitos alimentares são capazes de influenciar a saúde íntima. O consumo de iogurtes naturais e outros produtos probióticos, que possuam lactobacilos acidophilis, pode ajudar na constituição da flora vaginal;
  • Nem toda a irritação vaginal é causada por uma infecção, como no caso de mulheres na menopausa, que normalmente sofrem com um problema chamado de vaginite atrófica, onde a mucosa vaginal se torna delgada e ressecada devido à falta de hormônios, resultando em dor e até sangramento durante o ato sexual.
Continuar Lendo  Nova coleção da Impala Anos Dourados

Conheça os principais sintomas do câncer de colo de útero.

As calcinhas de algodão são as mais recomendadas. (Foto: divulgação)

É importante seguir todas as medidas para garantir mais saúde do aparelho genital feminino, mas, em caso de suspeita de que algo está fora do normal, é muito importante procurar um médico e evitar a automedicação, que é capaz de piorar o problema e até mesmo causar graves complicações.

Top