Dicas para evitar brigas entre cães

Criar mais de um cachorro  em um mesmo ambiente não é tarefa fácil. O motivo é que além das despesas financeiras maiores isso também…

Nunca bata (foto: Divulgação)

Criar mais de um cachorro  em um mesmo ambiente não é tarefa fácil. O motivo é que além das despesas financeiras maiores isso também exige muito mais dedicação para educar os animais.  Por impulso natural os cães costumam fazer bagunça, competir entre si e até mesmo brigar quando estão juntos.

Os conflitos em alguns casos podem deixar sequelas. Por isso, evite transtornos e saiba o que fazer para evitar brigas entre os animais domésticos.

Cuidados Importantes

O primeiro cuidado é lembrar que agressões físicas jamais devem ser usadas como castigo no caso das brigas. Existem diversas maneiras de treinar o cão e a melhor delas é incentivando de maneira comunicativa e amável o bom comportamento.

Antes de tudo também atente para o fato de que os cães são territorialistas e os machos em especial gostam de comandar, por isso sempre prefira ter apenas um cão macho em sua casa. Caso contrário será mais difícil ter uma convivência harmoniosa, pois apenas um cão poderá ser o líder e a situação só ficará sob controle quando um deles aceitar a imposição do outro.

Incentive atividades em grupo (foto: Divulgação)

Não Incentive os Ciúmes

Desde filhotes os donos devem procurar não incentivar os ciúmes dos cães. Assim sempre que for alimentar, dar carinho, atenção e brincar com os animais dê preferência aos momentos em grupo. Assim, eles entenderão que a competição pela sua atenção não é necessária.

Sempre que um dos cachorros demonstrar ser ciumento reprima essa atitude dando um alerta e demonstrando o quanto você não gostou do que ele fez, um “Psiu, Não Faça Isso” já é o suficiente para alertar-lo.

Leia Também:  Tauá Resort Caeté - Roteiro de viagem CVC

O momento do passeio também deve ser feito dessa forma. Caso não seja possível leva-los para passear ao mesmo tempo procure fazer isso de maneira seguida, assim todos os cachorros liberam as tensões, ansiedade e ficam mais calmos durante o dia.

Trate com carinho (foto: Divulgação)

Saiba Quando Procurar Ajuda

Para casos de cachorros mais velhos que não estão acostumados a conviver com outros cães ou de raças mais agressivas como o pitbull, pastor alemão, doberman, rotwailler, entre outros, o ideal é buscar sempre a ajuda especializada de um adestrador.

Raças de animais de porte pequeno também podem ser educadas com a ajuda de uma terapeuta para cães. Esse profissional também deve ser procurado quando o animal  apresentar sintomas de estresse como pelo caindo e feridas por lamber continuamente um mesmo local do próprio corpo.

Em alguns casos será preciso a intervenção de um veterinário para castrar os animais já que isso ajuda a equilibrar os hormônios e acalmá-los, reduzindo conflitos tanto entre machos como entre fêmeas.

Insista

Assim como educar pessoas, educar cães também é um trabalho árduo. Seguir as recomendações diariamente e com disciplina é fundamental para evitar brigas entre os animais domésticos da casa.


Top