Dicas para Estudar no Exterior

Muitas pessoas desejam obter alguma experiência fora do Brasil. Além de poderem conhecer outra cultura, costumes e, geralmente, realizar a aquisição de uma nova…

Muitas pessoas desejam obter alguma experiência fora do Brasil. Além de poderem conhecer outra cultura, costumes e, geralmente, realizar a aquisição de uma nova língua, a maioria dos casos em que um estudante procura o exterior para passar algum tempo é com destino a países em que a qualidade de vida é melhor que a das terras brasileiras. Para atestar quais são os melhores lugares do mundo para se viver, o IDH, Índice de Desenvolvimento Humano, é uma das fontes. E nesta lista, o Brasil, país candidato a próxima grande potência no futuro, ocupa uma posição muito baixa.

No entanto, para realizar uma viagem para o exterior com o intuito de estudar possui, também, uma série de preocupações. Primeiro de tudo, está a escolha do país de destino. Se o motivo de viagem é a aquisição de uma nova língua, o primeiro filtro já está feito. Para aqueles que procuram a Língua Inglesa, os Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia são as opções mais procuradas pelos brasileiros. Cada país tem uma característica diferente, que pode beneficiar a escolha.

Quem procura pela Língua Espanhola para estudar, os países da América do Sul são opções próximas e baratas: Argentina, Cuba, México, entre outros. Mas, a Espanha pode proporcionar uma experiência mais gratificante, tanto por estar na Europa, possibilitando ao estudante viajar pelo velho mundo, quanto pela qualidade de vida do país. Para os estudantes de francês, as opções são menores, visto que os lugares mais procurados são França e Canadá. Apesar de muitos países, na África, terem a língua francesa como segunda língua, o intercâmbio para o continente ainda é não faz parte do destino para muitos estudantes.

Leia Também:  Salão do Estudante 2014: datas, como participar

Se o idioma já é uma meta, há também a necessidade de pesquisar sobre a cultura e clima do país, o tamanho da cidade e, claro, o valor que toda a sua viagem vai exigir. Alguns países possuem programas que permitem ao estudante trabalhar enquanto realiza seu curso, mas, as regras são diferentes para cada um deles. Além das relações do país com o Brasil, é levado em conta o tipo de curso que será feito e também sua duração. Alguns países também exigem proficiência comprovada na língua estrangeira. Se a ideia é trabalhar e estudar, este item deve ser pesquisado com calma.

Pesquisar sobre o clima do país é também uma das tarefas, para que não haja surpresa quando chegar ao país de destino. Principalmente para os brasileiros, que estão acostumados com o calor, afora os sulistas, que sabem o que significa um período de frio rigoroso.  Assim que escolher o local de viagem, atente-se ao período do ano em que vai chegar, pois as estações do ano são diferentes em outros lugares, nos países localizados no hemisfério norte, principalmente.

Mas, pesquisar sobre o clima é o primeiro item referente ao local, pois os costumes da cidade onde pretende ficar deve ser o que você mais precisa procurar sobre. É certeza que as diferenças de costumes serão grandes e, para evitar pequenos (ou grandes) mal-entendidos, estude os costumes e cultura antes de aterrissar no local.

Feito isso, a sua última preocupação será a acomodação. Muitos programas de estudo já utilizam diferentes opções de acomodação para o estudante, no entanto, é imprescindível verificar todos os detalhes relacionados a isso como o custo, a distância da escola/universidade e, principalmente, quem são as pessoas com quem você vai morar.

Leia Também:  Pronatec Copa Rio de Janeiro 2012- cursos gratuitos

Top