Dicas para diminuir inchaço na gravidez

Os períodos de calor intenso são muito comuns no Brasil. As grávidas, principalmente as que estão no final do segundo trimestre de gestação, costumam…

Os períodos de calor intenso são muito comuns no Brasil. As grávidas, principalmente as que estão no final do segundo trimestre de gestação, costumam reclamar bastante das pernas que estão mais pesadas e inchadas. Saiba mais sobre o assunto e confira dicas para diminuir o inchaço na gravidez.

As massagens podem ajudar a diminuir o inchaço. (Foto: divulgação)

Inchaço na gravidez

O inchaço, conhecido pelos médicos como “edema”, acomete principalmente os membros inferiores no começo do sétimo mês de gravidez. Isso ocorre pela retenção de líquidos normal durante a gestação e pelo útero, acompanhando o crescimento do bebê. Com o aumento do volume abdominal, os vasos localizados na região pélvica ficam comprimidos, prejudicando o retorno do sangue que está nas pernas.

O sangue circula pelo corpo todo com vasos e é o coração quem bombeia o sangue. O que passa pelos pés e pernas tenta voltar para o coração, encontrando resistência, já que os vasos dessa região estão comprimidos pelo útero. As mulheres ficam em dúvida sobre o que fazer com pés e mãos inchados. O excesso de líquido que estava presente no sangue, ao encontrar a resistência do retorno, ultrapassa a parede dos vasos, provocando o inchaço, principalmente da região das pernas e pés.

A elevação das pernas ajuda a diminuir o inchaço. (Foto: divulgação)

Dicas de como diminuir o inchaço na gravidez

1. Cuidar da alimentação: usar pouco sal para temperar os alimentos é essencial. Ele é um dos principais causadores do inchaço na gravidez. A gestante precisa ficar atenta também para o consumo de alimentos que contenham sódio, como os embutidos. O ideal é tomar muita água e dar preferência para legume e verduras.

2. Exercite-se: os exercícios físicos ajudam a diminuir o inchaço. As atividades mais recomendadas são as feitas na água, como a hidroginástica. A água exerce pressão no espaço extravascular, favorecendo a entrada de líquidos nos vasos sanguíneos e linfáticos.

Leia Também:  Embolia pulmonar: sintomas, tratamento

3. Use meias elásticas: as meias são excelentes opções para melhorar a circulação sanguínea. O objetivo delas é pressionar as paredes das veias, não permitindo o extravasamento de líquido, o que reduz o acumula de água nas pernas e pés.

4. Elevação das pernas: o ideal é que a gestante coloque as pernas para o alto, com o objetivo de facilitar o retorno do sangue das pernas para o coração. Se estiver no trabalho, pode colocar as pernas em cima de uma cadeira ou outro apoio, mantendo os pés no mesmo nível do quadril.

5. Drenagem linfática: a massagem é uma grande aliada da gestante. Quando feita corretamente, ajuda a melhorar a circulação e reduz o inchaço. O ideal é procurar um profissional capacitado para realizar o procedimento.

A gestante deve ter uma boa alimentação. (Foto: divulgação)

O inchaço das pernas da gestante pode ser reduzido com alguns cuidados básicos de alimentação, exercícios físicos, massagens, elevação das pernas, uso de meias elásticas e outros. Muitas mulheres ficam em dúvida de como acabar com o inchaço do corpo. Por isso, além de seguir nossas dicas, é essencial fazer um acompanhamento com um profissional especializado para tratar o problema.

Top