Dicas para consumidores idosos

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os idosos representam cerca de 14,5 milhões de pessoas, ou 8,6% da…

Com aumento da expectativa de vida, o idoso passou a consumir mais (Foto: Divulgação)

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os idosos representam cerca de 14,5 milhões de pessoas, ou 8,6% da população do país. São considerados idosos quem tem 60 anos ou mais. Em uma década o número de cidadãos nessa faixa etária cresceu 17%. O envelhecimento é reflexo da expectativa de vida, que também cresceu graças a avanços na área da saúde e a redução da taxa de natalidade.

A população da nação vive hoje em média 68,6 anos, ou seja, 2,5 anos a mais que no começo da década de 90. A estimativa é que em 2020 os brasileiros com mais de 60 anos represente 13% da população (30 milhões) e que a expectativa de vida seja de 70,3 anos.

Boa parte desses senhores ou senhoras são chefes de família, sendo que sua renda tem um papel fundamental para um grupo de pessoas. Segundo o Censo dos anos 2000, 62,4% dos idosos e 37,6% das idosas cuidam de um lar financeiramente falando. Por isso associações de consumidores como a Pro Teste, lançaram cartilhas focadas na educação desse público, visando esclarecer dúvidas com relação aos seus direitos como consumidores e auxiliando essa parcela da população, para que não caia em golpes por falta de conhecimento.

Veja abaixo alguns direitos dos consumidores idosos:

Alguns remédios devem ser gratuitos para idosos (Foto: Divulgação)

• Distribuição gratuita de remédios

Justamente por ter gastos altos com medicação o Instituto do Idoso diz que o Sistema Único de Saúde deve fornecer remédios de uso contínuo gratuitamente. Para quem não sabe, essa medicação é caracterizada pela utilização diária ou rotineira, como por exemplo, medicamento para hipertensão, diabetes, assim como próteses e órteses.

• Planos de saúde

Alguns planos de saúde fazem a cobrança de acordo com a faixa etária do paciente, o que faz com que os idosos sejam lesados. Não caia em golpes. As empresas que comercializam convênios médicos não podem reajustar a mensalidade de acordo com o critério de idade.

• Direito transporte coletivo

Os senhores e senhoras maiores de 65 anos de idade tem direito ao transporte coletivo (público) gratuito. Mas para isso é necessário fazer sua parte como cidadão mostrando o documento de identidade com foto (original). Toda empresa de transporte público deve reservar 10% dos assentos para esse grupo de pessoas, com avisos legíveis e sinalizações, que devem ser respeitadas pelos outros passageiros.

Transporte público gratuito também é um direito do idoso (Foto: Divulgação)

Declaração de Imposto de Renda

Os idosos que necessitam prestar contas a Receita Federal devem fazer a declaração como qualquer outro cidadão, seguindo as normas estabelecidas pelo órgão público, porém, na hora de receber a restituição esse grupo tem prioridade, por isso, não deixe de cumprir com o seu dever.

• Atividades Culturais

Para aproveitar a aposentadoria e o direito de lazer, todo idoso tem direito a 50% de desconto em atividades esportivas e culturais, como por exemplo, jogos de vôlei, futebol, competições de atletismo, espetáculos de dança, apresentações de teatro e exibições no cinema.

Se você quer saber mais sobre como o consumidor idoso pode aproveitar melhor o seu dinheiro, e quais os seus direitos, acesse o link Cartilha do Idoso idealizada pela Pro Teste.


Top