Dicas para acertar na iluminação da casa

Dicas para acertar na iluminação da casa

A luz é um elemento que contribui com a decoração da casa, sendo responsável por tornar determinados espaços mais visíveis, aconchegantes e amplos. No…

Por Isabella Moretti em 05/04/2012

O mesmo ambiente apresenta luz natural e luz artificial.

A luz é um elemento que contribui com a decoração da casa, sendo responsável por tornar determinados espaços mais visíveis, aconchegantes e amplos. No entanto, para conseguir incorporar todos os benefícios, é fundamental desenvolver um bom projeto de iluminação para cada ambiente interno da residência.

Quando usada de maneira adequada, a luz possui finalidade estética e funcional. Primeiramente o seu efeito vai destacar acessórios ou móveis que decoram o cômodo, originando cenários encantadores. A iluminação quando bem escolhida também contribui com o dia-a-dia dos moradores, deixando a casa mais segura e espaçosa.

Tipos de iluminação

A iluminação pode ser natural ou artificial, sendo que as duas opções se revelam capazes de dividir o mesmo espaço quando bem empregadas. Os moradores precisam ainda definir o efeito da luz, que pode ser indireta ou direta dependendo do cômodo.

A claridade natural que entra em casa contribui com o bem-estar e o conforto dos moradores, além de economizar gastos na conta de energia elétrica. A entrada da luz pode acontecer através de janelas ou também por meio de uma porta de vidro, que estabelece divisões dentro de casa e explora o efeito da transparência.

Luzes em pontos estratégicos deixam o quarto de casal mais aconchegante.

O uso da luz artificial requer um pouco mais de trabalho, principalmente porque ela faz toda a diferença no visual da decoração. Antes de desenvolver o projeto, procure conhecer os principais modelos de lâmpadas disponíveis no mercado para conseguir montar uma bela iluminação para valorizar o estilo proposto.

Cada tipo de luz artificial tem um efeito, que varia principalmente por causa do posicionamento. Confira a seguir uma seleção de dicas para acertar na escolha da iluminação de acordo com a necessidade de cada cômodo.

• Quando um ambiente tem espaço restrito, é interessante pintar as paredes de branco e escolher uma iluminação fria para destacar a cor neutra. Este truque consegue criar a sensação de amplitude, limpeza e melhora a visibilidade.

• A lâmpada fluorescente é uma opção funcional e barata para decorar a casa, não fazendo tanta diferença na decoração. Para deixar a luz mais sofisticada e delicada no seu projeto, vale a pena apostar na lâmpada AR111, que pode ser usada como objetivo de criar pontos estratégicos de iluminação.

O efeito de luz e sombra destaca os objetos decorativos.

Os refletores AR111 podem ser embutidos no teto, nos degraus da escada ou em qualquer parte da casa para criar uma iluminação mais elegante. O seu uso pode acontecer, por exemplo, com o objetivo de destacar um elemento paisagista ou qualquer objeto de decoração, criando o efeito de sombra e luz.

• A luz indireta da sala de estar e do quarto pode ser criada através das luminárias. Já no caso da sala de jantar, o mais interessante é trabalhar com um lustre pendente na decoração, sempre tomando o cuidado para que o objeto fique com pelo menos um metro de distância do tampo da mesa.

Top