Dicas de Viagens com Animais

Muitas pessoas adoram viajar para diversos lugares, seja de carro, ou de avião, mas muitas delas também gostam muito de levar seus animaizinhos, mas…

Muitas pessoas adoram viajar para diversos lugares, seja de carro, ou de avião, mas muitas delas também gostam muito de levar seus animaizinhos, mas como fazer para realizar uma viagem segura com animais? Quando se trata de viajens aéreas, é necessário que antes de mais nada, entre em contato com a companhia, para obter as informações de regras com relação ao transporte, pois cada uma exige procedimentos específicos, e nem sempre o que vale para uma, vale para a outra. Foi pensando em facilitar a sua vida que selecionamos a seguir dicas de viagem com animais, afinal é o conforto de seu bichinho que está em jogo.

Geralmente é necessário que se faça o transporte de animais em gaiolas lacradas, para que não haja a possibilidade do bichinho fugir, ou até mesmo atacar os funcionários, ou outros passageiros e animais. É importante que o animal sempre tenha identificação também, para que não se misture ou outros animais, e no caso de perda, seja mais fácil encontrar o dono.

Hoje há duas formas de se identificar o animal com segurança, a primeira são os RGA (Registro Geral de Animais), que é nada mais do que uma plaquinha com o nome do animal, nome do proprietário e telefone para contato. E há também a novidade que muitos criadores estão utilizando, que é um micro chip que é aplicado sob a pele dele, e que obtem informações referente a ele e seu proprietário, tornando muito mais fácil encontrá-lo em caso de perda.

Agora com relação a segurança dos animais em longas viagens é sempre importante se lembrar que, principalmente nas primeiras viagens de carro, que você ainda não conhece as reações na estrada, ou serras, e eles podem ter algum tipo de enjoo, causando vomitos, o que pode estragar a viagem de todos. Então lembre-se de pelo menos duas horas antes de entrarem no carro, não darem alimentos ou água à eles.

É importante lembrar também que eles precisam fazer suas necessidades, então, em viagens muito longas, pare um pouco, dê um pouco de água, e espere ele terminar de fazê-las. Assim ficará muito mais tranquilo para viajar, e o animal não estará tão agitado. Hoje também é possível encontrar cinto de segurança para animais que normalmente não custam caro, mas é necessário averiguar os modelos de acordo com o peso do bichinho.

E quando chegar ao destino da viagem, lembre-se também que o animal não está acostumado ao local, então tente mantê-lo em um local seguro, e que não possa fugir, e sua rotina também estará alterada, então é importante que se ele estiver acostumado a passear de manhã, mantenha isto, para não chegar em casa, e ele estar com os habitos alterados.

Se você estiver com medo de levá-lo, não se preocupe, pois existem outras alternativas, como deixar na casa de alguém de confiança, e que você tenha certeza que cuidará muito bem dele, ou que tal deixá-lo em um hotel especial para animais onde ele terá todos os cuidados necessários, e de forma confortável sob a supervisão de um veterinário em tempo integral? Mas lembre-se de verificar as condições do local, para ter certeza que ele estará em segurança e boa viagem.

Top