Dicas de Tratamento para Sinusite

Como sabemos, Sinusite é um mal que ataca milhões de pessoas no mundo, entre elas, as que possuem contato diário nos centros urbanísticos. Essa…

Por Redacao em 27/03/2011

Como sabemos, Sinusite é um mal que ataca milhões de pessoas no mundo, entre elas, as que possuem contato diário nos centros urbanísticos. Essa doença ocorre quando em as cavidades dos nosso ossos do rosto chamada seios da face, por serem ligadas as narinas, no período de resfriados, o catarro cumula-se no local, com o surgimento de bactérias em desenvolvimento constante, surgem então as inflamações e dores constantes de cabeça.

 Para as pessoas que já estão de certa forma acostumadas com a doença, é questão de alguns dias para apaziguar esse mal e finalmente a pessoa se livrar de tais dores e desconforto. Já para quem se preocupa por algumas das vezes, a prolongação dessa doença ser maior, a dica para tratamento é recorrer a tratamentos médicos para a drenagem dos seios Peri nasais, com antibióticos.

 Outra dica legal é o tratamento caseiro que pode ser feito de várias maneiras, entre elas o mais simples é o banho de contraste, que você enche as mãos primeiramente com água aquecida, e mantenha no rosto até onde agüentar, geralmente três minutos, em seguida com o rosto aquecido, você faz o mesmo procedimento com água fria, repetindo o procedimentos com ambas temperaturas de água no mínimo seis vezes.

Outra maneira para aliviar os sintomas da sinusite pode utilizar a seguinte receita: Com 100 ml de água filtrada e fervida + uma colher de chá de sal marinho e uma pitada de bicarbonato você mistura tudo e coloca em um vidro de conta-gotas, utilizando diariamente, quatro vezes ao dia com uma gota em cada narina.

 Agora para quem deseja evitar de vez a sinusite, o que basicamente é impossível uma vez que a pessoa descobre que possui probabilidade a ter sempre o “encontro” com a doença, ou livrar-se dessa sinusite tornar-se crônica ao seu cotidiano, basta evitar o ar poluído, por exemplo, não fumando cigarro. Também evitar bebida alcoólica, nadar em piscinas com cloro e principalmente mergulhar. Agora se você perceber que a facilidade de contrair a doença está relacionada à poeira, mofo, pólen, entre outros poluentes do ar, procure um médico para tratar de amenizar o que vai lhe parecer pleno incômodo.

Top