Dicas de Escovas para Cada Tipo de Cabelo

As mulheres estão sempre buscando novas tendências e novos procedimentos que surgem na mídia para tratamentos de pele, cabelo, unha, entre outros, mostrando sempre…

Por Redacao em 20/07/2011

As mulheres estão sempre buscando novas tendências e novos procedimentos que surgem na mídia para tratamentos de pele, cabelo, unha, entre outros, mostrando sempre novas possibilidades e descobertas no meio estético. Mas, ainda que esta procura resulte em algo benéfico, às vezes, a falta de informação acerca de um item específico pode gerar um mau aproveitamento de uma prática já conhecida do grande público. Um caso fácil de ilustrar este assunto é, por exemplo, a relação de escovas disponíveis nos dias de hoje. Não significa, no entanto, que este texto invalida qualquer possível aproveitamento obtido em diferentes tipos de escova, como a escova uma escova térmica, ou a escova de cerdas mistas, mas, pelo contrário, a mulher que decide adquirir uma escova, deve conhecer qual tipo de produto é melhor para cada tipo de cabelo.

Sendo assim, aqui vão algumas orientações sobre o assunto. Segundo a especialista Cleusa Carvalho, em depoimento no texto “Escova certa para cada tipo de cabelo”, publicado no site Web da hora, quanto mais grosso o cabelo, maior deve ser o diâmetro da escova e o espaçamento entre as cerdas. Para quem quer brilho, o ideal é investir no modelo de certas naturais, que distribui a oleosidade natural da raiz até as pontas. No texto, são elencados pelo menos sete tipos de escovas. Sendo elas: (01) para cabelos orientais ou quebradiços são indicadas as escovas que realizam muito pressão nos cabelos e, ao mesmo tempo, tenham espaços largos entre as cerdas; (02) para cabelos arrepiados, as escovas com cerdas de náilon são as mais as que mais favorecem este tipo de cabelo quando o assunto é acabar com o frizz. A dica fica por conta dos modelos com base de metal e diâmetro médio. (03) para os cabelos de fios finos e longos, ondulados crespos as escovas devem conter uma área grande e redonda para que os fios compridos sejam pegues.

O texto continua com opções de efeito em cada uma das escovas, como, por exemplo, (04), as escovas que alisam sem deixar os fios com efeitos chapados são as escovas largas e retas, que dão movimento ao mesmo tempo em que alisam. Já o efeito baby liss (05) é conseguido através escovas com cerdas pequenas e de diâmetro menor, que servem para modelar os cachos. Para o alisamento de cabelos curtos (06), são indicadas as escovas com diâmetro e base pequena, que pegam melhor os fios de cabelos curtos. E, por fim (07), as escovas com as cerdas em diagonal são as que alisam cabelos longos, crespos e volumosos, já que a proposta destes modelos é de pegar os fios longos sem danificá-los.

Outros sites como o Lazer Beleza.com também traz orientações nos mesmos moldes, apresentando Como escolher a escova ideal para o tipo de cabelo, mostrando seis tipos de escovas. Em um resumo, os tipos de escova mencionados são destinados a tipos de cabelos diferentes, expostos da seguinte maneira: a raquete, para desembaraçar, a escova de cerdas de nylon com uma altura, para alisar cabelos mais densos, a escova térmica com cerdas mistas, para cabelos ondulados e crespos, a escova térmica de metal, que é mais utilizada por profissionais, a escova de cerdas mistas e sem bolinhas nas pontas, para cabelos crespos e sensibilizados e, por fim, a escova de nylon com bolinhas nas pontas, ideais para modelagem de cabelos liso

.

Top