Descubra quais são as cidades mais poluídas dos EUA

A revista “Travel and Leisure” divulgou seu resultado anual de cidades mais sujas dos Estados Unidos. A pesquisa aconteceu por voto popular, que levaram…

A revista “Travel and Leisure” divulgou seu resultado anual de cidades mais sujas dos Estados Unidos. A pesquisa aconteceu por voto popular, que levaram em consideração não apenas a quantidade de lixo nas ruas, mas também a qualidade do ar e gosto da água da torneira. Conheça as 10 cidades que precisam se adequar as exigências do meio ambiente:

Quem ocupa o pódio das mais sujinhas é a Nova Orleans, do estado americano de Luisiana. Um dos maiores fatores de toda a sujeira é o famoso carnaval da cidade, o festival de Mardi Grass, que reúne mais de 4 milhões de pessoas todo ano e dura uma semana no mês de janeiro. Outro fator que pode ser notado são as marcas deixadas pelo furacão Katrina, que podem ser vistas até hoje e aumentam a sensação de desordem.

E o segundo lugar vai para a Filadélfia, a maior cidade da Pensilvânia. A cidade sofreu inúmeros ataques durante a Guerra Civil americana entre 1861 e 1865 e a bagunça deixada ainda pode ser notada. Porém, não é a sujeira de lixos o principal elemento, mas sim áreas tóxicas que resultaram da emissão de metais pesados e outras substâncias que contaminaram o solo, em decorrência dos bombardeios da Guerra.

Graças ao estado de péssima condição do ar, Los Angeles levou o terceiro lugar. A má qualidade do ar pode ser verificada com a saúde dos habitantes, que de acordo com um estudo divulgado mostrou que a parede arterial de pessoas que vivem num raio de 100 metros de uma rodovia da cidade engrossou duas vezes mais comparada de outras pessoas mais distantes.

A má conservação dos clubes de jazz e de churrasco concederam a Memphis o quarto lugar do ranking. Conhecida por ser uma das cidades mais importantes para a música norte-americana e a maior cidade do estado de Tennessee, Memphis também é considerada sujinha pelo meio ambiente pouco conservado e pela falta de segurança nos pontos turísticos.

Leia Também:  Desenhistas famosos do mundo dos quadrinhos: fotos

Esse ano Nova York deixou o primeiro lugar (concedido no ano passado) para ocupar o quinto. Lixo, lixo e mais lixo é o que se pode encontrar nas principais avenidas da cidade. As lixeiras e latas já não aguentam tanta demanda e acabam por transbordando e deixando à mostra toda a sujeira. Outro fator é o mau cheiro vindo dos metrôs, que incomodam quem utiliza do transporte.

A sexta posição no ranking é de Baltimore, do estado americano de Maryland. As maiores reclamações vem de hotéis de péssima qualidade e praças e parques pouco conservados.

Conhecida pelas infinitas e tentadoras opções de entretenimento, Las Vegas sofre um paradoxo. Ganhou a sétima posição, pois seus bares, casas noturnas, casas de jogos, hotéis luxuosos, restaurantes e lojas deixam uma grande desordem depois da diversão, que nunca acaba.

O oitavo lugar é da famosa cidade praiana Miami. De acordo com a pesquisa o meio ambiente e o ar da cidade são de ótima qualidade, porém o que aumenta a má impressão de sujeira é a sensação de insegurança, já que o estudo se baseia em percepção dos visitantes e moradores.

Atlanta recebeu a nona posição. A capital do estado de Geórgia mereceu tal colocação em decorrência das ruas cheias de lixo e detritos, resultado dos dias movimentados. O governo explicou que o maior problema vem dos cortes com gastos no saneamento e falta de pessoal para limpar as vias.

E o décimo lugar vai para Houston do estado do Texas. Um dos fatores mais citados é a falta de investimento em áreas verdes e a má preservação das existentes, que influenciam em péssima qualidade do ar.

Top