Descubra porque tentar mudar o parceiro pode acabar com o relacionamento

O jeito de falar dele te irrita ou a velha mania que ela tem de falar de modo autoritário, sem conseguir muitas vezes usar…

Por Redacao em 01/12/2011

Casal que não conversa não se entende (Foto: Divulgação)

O jeito de falar dele te irrita ou a velha mania que ela tem de falar de modo autoritário, sem conseguir muitas vezes usar a expressão “por favor”, nas frases que são pedidos para você fazer algo, tiram você do sério. O casal (seja namorado ou casado) é formado por duas pessoas que tiveram criações completamente diferentes, valorizam coisas opostas e, por isso, são dois mundos tentando se adaptar um ao outro.

“Você tem que mudar nisso e naquilo!”

A frase acima normalmente é dita de forma bem grosseira e autoritária por um dos parceiros, que chega a exigir uma mudança de comportamento. Quando o pedido de que o seu amor mude em algo vem acompanhado de cobrança, julgamentos e autoritarismo, a conversa não vai acabar bem.

O outro começa a achar que você não o ama do jeito que ele é (e como o conheceu) ou pode interpretar sua frase como um controle excessivo o que o faz, por defesa, permanecer fazendo aquilo que te irrita, sem dar o braço a torcer.

O seu relacionamento pode acabar

Coração partido no fim da relação (Foto: Divulgação)

Quando o “eu te amo” dá lugar a cobranças, reclamações ou discussões, a paixão vai embora mesmo, afinal, ninguém quer namorar para ser corrigido o tempo todo. Um amor é para cuidar, acalmar, ser refúgio, o contrário disso vai distanciar a pessoa de você e consequentemente pôr fim em uma relação.

Como sugerir uma mudança

A conversa resolve tudo (Foto: Divulgação)

As adaptações dos casais devem acontecer para que consigam viver em harmonia, mas esse tipo de conversa precisa ser franca e calma, sem afirmações de alguém que acha ser o dono da razão, mas, com o cuidado de quem quer achar uma solução e não impor uma decisão.

Converse com seu parceiro, identifique o que incomoda em ambos e tentem achar uma maneira de minimizar isso, sem que um queira mudar a forma de viver do outro, mas apenas se adaptar para desfrutarem de momentos prazerosos a dois.

Adaptar para conviver

O verbo adaptar cai muito bem quando o assunto é convivência. As pessoas precisam ser flexíveis com seus parceiros. Antes que ele peça para você mudar algo, tente não fazer aquilo que o deixa triste ou irritado. Quando o homem ou a mulher são irredutíveis e não aceitam abrir mão de pequenos hábitos pela saúde da relação a dois, o relacionamento tende a ser um fracasso.

Não muda mesmo

E se o seu parceiro não conseguir minimizar o que lhe irrita? Se o defeito for tão grave a ponto de você não suportar e não puder fechar os olhos para aquilo e se acostumar, é hora de ver que a relação não pode seguir em frente. Ou você o aceita daquela forma ou coloca um ponto final, antes que “a dor de cabeça aumente”!

Top