Descubra como conciliar o papel de mãe e profissional

Antigamente, a mulher era criada para se casar, ter filhos e cuidar deles. Porém, hoje, o mundo mudou, a mulher conseguiu a sua independência…

Por Editorial MDT em 28/11/2011

Antigamente, a mulher era criada para se casar, ter filhos e cuidar deles. Porém, hoje, o mundo mudou, a mulher conseguiu a sua independência e os papéis sociais por ela exercido aumentaram. Entre os diversos papéis sociais que a mulher exerce, está o de ser mãe e trabalhar fora.  No entanto, essa situação nem sempre é fácil e muitas mulheres não têm sabido como educar os seus filhos. Portanto, descubra como conciliar os papéis de mãe e profissional.

O nascimento de uma criança muda completamente a rotina e a vida da mulher. Um filho necessita de muita atenção e carinho para crescer saudável, além de atenção em momentos de doença ou outros que ele precise de você. Sendo assim,  o trabalho deverá ficar em segundo plano, quando se tratar dos interesses do pequeno, como levá-lo ao médico, ao dentista ou ir à reunião da escola, afinal, ele é muito mais importante.

No trabalho, você terá que continuar a sua rotina com competência. Entretanto, isso não impede que você converse com seu chefe e veja a possibilidade de levá-lo e buscá-lo, por exemplo, sem prejudicar o seu trabalho. É importante deixar claro que em algumas situações você precisará se ausentar, mas, tente negociar esse tempo que precisará se ausentar e procure sempre avisar com antecedência quando isso for ocorrer.

Ao chegar em casa, todos os problemas do serviço devem ficar lá. Então, coloque uma roupa confortável e corra para brincar com a sua criança, mesmo que esteja muito cansada e estressada. Toda criança quer se sentir amada, principalmente aquelas que passam o dia inteiro longe de suas mães. Contudo, não é porque você não está tão presente na vida dela que deverá fazer tudo o que ela quiser. É difícil encontrar esse equilíbrio, mas ele é necessário para que a criança não cresça mimada, dependente e insegura. Por isso, aprenda a falar “não” para algumas atitudes ou desejos de seus filhos.

Se possível, após engravidar, mude de emprego. De preferência, um que tenha horários mais flexíveis ou que possam ser realizados em casa, pela internet, por exemplo. Assim, você poderá estar presente na vida dos seus filhos por mais tempo, participando do crescimento deles e, ao mesmo tempo, ganhar dinheiro para continuar sendo independente e com condições de criá-los bem.

Com a modernidade, a vida da mulher se tornou cada vez mais difícil, pois ela tem que desempenhar vários papéis sendo apenas uma. Sendo assim, ela tem de ter muita paciência, disciplina e coragem para ser uma boa mãe e  boa profissional.

Top