Depressão pós-parto em homens: saiba mais

Editorial MDT 29/06/2012 Bem Estar

Fique atenta a mudança de comportamento do seu parceiro durante a gravidez.

Os homens também sofrem com a depressão pós-parto. Sim, essa afirmação é uma realidade e está presente em nossa população. Segundo dados, em torno de 10% dos homens sofrem com a depressão após o nascimento do filho. Para saber um pouco mais sobre essa vertente que está se tornando uma constância em nosso meio, separamos algumas informações a respeito. Conheça um pouco mais logo abaixo.

Depressão pós-parto masculina

As manifestações clínicas apresentadas pelo homem durante a depressão pós-parto é diferente do quadro apresentado pelas mulheres. No mundo masculino, esse transtorno é manifestado pelo fato que o “novo pai” se sente abandonado. Ou seja, com a chegada do bebê, a mãe passa a voltar toda a atenção ao pequeno, diminuindo o zelo com o marido. Devido a isso, ele se sente desprezado e começa a apresentar o quadro clinico típico.

Leia também: pós parto – conheça as alterações emocionais sofridas pela mulher

A incidência de homens portadores de depressão pós-parto vem aumentando.

Conheça as manifestações clínicas

O quadro clínico do homem portador da depressão pós-parto é variável. No entanto, todos os sinais e sintomas que podem ser apresentados incluem:

  • Um imenso pessimismo;
  • Tristeza;
  • Sentimento de culpa;
  • Fadiga;
  • Falta de esperança;
  • Dificuldade de concentração;
  • Falta de memória;
  • Dificuldade em tomar decisões;
  • Diminuição no interesse sexual;
  • Desinteresse sexual;
  • Irritabilidade;
  • Falta de paciência;
  • Falta de sono;
  • Distúrbios alimentares;
  • Dores de cabeça;
  • Dores no corpo.

Em geral, qualquer um dos sinais e sintomas anteriormente descritos pode se manifestar tanto no início da vida paterna, quanto após três meses do nascimento do bebê. É importante ressaltar que, em muitos casos, o homem pode mudar seu comportamento por completo. Sendo que algumas vezes pode apresentar alguns vícios, como o alcoolismo.

Alguns homens com maior predisposição

Especialistas no assunto afirmam que os homens que apresentam fatores de risco positivo possuem maior propensão para desenvolver esse tipo de depressão. Conheça alguns deles:

  • Familiar portador de depressão;
  • Histórico de depressão ou de qualquer outro transtorno psíquico;
  • Presença de alteração de comportamento durante o período de gravidez da esposa.

Compreendendo o diagnóstico e o tratamento

A pessoa que mais pode contribuir com o diagnóstico de depressão pós-parto masculina é a própria esposa. Assim, é de extrema importância que a mulher fique atenta às alterações de comportamento que o parceiro possa apresentar. A partir dos dados da história e do exame físico, o especialista chegará ao diagnóstico. E, posteriormente, será feito um programa multidisciplinar para o tratamento, o qual envolve a visita ao psiquiatra e ao psicólogo.

Alguns homens sentem-se abandonados após o nasciemnto do bebê.

A incidência de depressão pós-parto masculina vem crescendo. A melhor maneira para contribuir com o seu diagnóstico precoce é ficar atenta às alterações comportamentais que o parceiro começar a manifestar. Isso contribui de forma essencial para um tratamento adequado e eficaz.

Leia também: Tratamento gratuito para depressão

Outros artigos

Dieta mais indicada para o verão 2012.

15/02/2012

Dieta mais indicada para o verão 2012.

O verão chegou e é tempo de usar menos roupas, biquínis, shortinhos, vestidos mais curtos tudo para se sentir mais fresca. Mas, para quem está acima do peso, pode nã...

Moda plus size: dicas para usar shorts

25/10/2013

Moda plus size: dicas para usar shorts

Com investimentos maiores no segmento plus size, as gordinhas encontram, atualmente, muitas opções para se vestir. Hoje, pode-se dizer que praticamente todas as tend...