Depressão do Natal: conheça os sintomas

Estamos perto do Natal. Época que para muitos é sinônimo de felicidade, alegria e presentes. Porém, para algumas pessoas esse momento não é tão…

Estamos perto do Natal. Época que para muitos é sinônimo de felicidade, alegria e presentes. Porém, para algumas pessoas esse momento não é tão alegre assim. Para quem tem tendência a ter depressão, é nessa época do ano que mais aparecem os pensamentos pessimistas, transformando o que seria um bom momento em um episódio ruim, solitário e triste.

É importante falar sobre esse tipo de depressão no período natalino, pois grande parte dos suicídios ocorre próximo a essa data. Para quem já possui depressão, esse momento intensifica os sintomas. Para outros, geralmente a depressão de Natal é de pequena duração, desde alguns dias à semanas e em muitos casos termina quando as férias acabam e retorna-se à rotina.

Por que será que essa alegria que contagia tantas pessoas, deixa outras mais e mais entristecidas? Chega a proporcionar um sofrimento enorme no indivíduo, que acaba se sentindo invadido por um sentimento de nostalgia, angústia e um grau sem limite de tristeza. Na verdade, cada um tem seu motivo interior, além de inúmeras razões, para sentir-se fora do clima natalino. Alguns possuem maior tendência para a depressão e outros menos.

A depressão de Natal é muito comum, não são poucas as pessoas que não se alegram nessa época do ano. Porém, existem dicas que podem ajudar a quem passa por esse problema. A principal delas é deixar de lado os planos impossíveis e planejar metas que possam ser alcançadas. Além de organizar o próprio tempo e atividades que ocupem a cabeça.

É necessário tentar perceber quais são os motivos de cada um, que geram o pessimismo. Dessa forma, podemos conseguir solucionar o problema ou mesmo evitá-lo.  

Leia Também:  Estragando o Natal

Os sintomas mais comuns da Depressão de Natal são:

  • Dor de cabeça;
  • Dificuldade para dormir;
  • Mudanças de apetite;
  • Aumento da agitação e ansiedade;
  • Sentimento de culpa excessivo;
  • Diminuição da capacidade de se concentrar;
  • Diminuição do interesse em atividades que normalmente traziam prazer.

O que você pode fazer para diminuir a depressão?

  • Tente transformar o Natal em um momento normal;
  • Faça um cronograma, organize atividades para esse período de festas;
  • Não formule planos de mudanças radicais para o Ano Novo;
  • Pratique atividades físicas durante o dia;
  • Tente pensar mais positivamente;
  • Fique perto das pessoas que você gosta;
  • Tente não mudar sua rotina de sono, durma bem;
  • Não exagere no álcool;
  • Não exagere na alimentação;
  • Não fique pensando nas coisas que não tem;
  • Não fique se lamentando sobre o passado.

É importante permitir a si próprio o bem estar da época natalina.

 

 

Top