Depilação definitiva: saiba tudo sobre o procedimento

Que o visual é tudo na sociedade atual é bem verdade, mas existem medidas que, além de importantes visualmente, são necessárias. Uma delas é…

Por Redacao em 29/11/2011

Que o visual é tudo na sociedade atual é bem verdade, mas existem medidas que, além de importantes visualmente, são necessárias. Uma delas é a depilação. Passar por esse processo, muitas vezes doloroso, é preciso. Pensando nisso, cada vez mais são lançadas e aprimoradas técnicas que tem como finalidade acabar com os pêlos. Hoje, você vai saber tudo sobre aquela que promete exterminar os pêlos do seu corpo de uma vez por todas: a depilação definitiva.

Como funciona?

A depilação definitiva é realizada através de um laser que tem sua luz captada pela melanina que está presente nos fios e que, obviamente, vai conferir a coloração dos mesmos. Dessa maneira, a capacidade do folículo em produzir um novo pêlo é comprometida, tornando cada vez mais comum que eles desapareçam. Quanto mais escuro o pêlo, caso da maioria das mulheres, melhor e mais visível será o resultado.

Em cada disparo do laser sobre a pele a ser depilada, há um desconforto suportável. Esse desconforto também varia de pessoa para pessoa, pois cada um tem uma sensibilidade diferente. Peles finas e sensíveis ‘sofrem’ um pouco mais com o método, mas existem anestésicos aplicados pelo profissional que ajudam na hora do procedimento.

A depilação definitiva pode ser feita em qualquer parte do corpo e deixa um pouco de vermelhidão pelo período aproximado de duas a quatro horas, mas é normal.

Em média o número necessário de sessões para mandar os pelos embora é de seis. A maioria dos pêlos desaparece e os que ficarem que são pouquíssimos, são agora muito mais claros e finos podendo ser retirados facilmente. Ter menos pelos não significa menos sessões, isso porque mesmo sendo em menor quantidade ou mais finos que o normal, a resistência e produção do folículo é a mesma para todos.

Cuidados e Riscos

Um cuidado necessário antes da sessão é o de ficar, no mínimo, três semanas sem tomar sol e, depois continue evitando o sol para não correr o risco de surgirem manchas na pele e, se houver ardência (raro) uma compressa gelada é a solução.

Em geral, não existem riscos para o cliente. O importante é procurar clínicas especializadas e profissionais capacitados. Um aparelho com intensidade não calculada pode causar queimaduras.

Até algum tempo, não era aconselhável pessoas negras usarem o laser por correrem o risco de adquirirem manchas na pele, mas os equipamentos avançaram e, com cuidado e tomando as devidas precauções, pode ser utilizados por todos.

Os valores por sessão variam de acordo com a parte a ser depilada. O buço, que é o mais em conta, custam média R$ 80,00 e as costas, mais cara, R$ 360,00 aproximadamente.

Para que os pelinhos não voltem é preciso manutenção anual.

Top