Demissão de treinadores é comum neste Brasileirão

Ao todo, 18 técnicos já perderam o emprego desde o início da competição. A culpa é só deles? Depois de 23 rodadas disputadas pelo…

Depois de quatro jogos sem vitória, Vagner Mancini foi demitido do comando do Ceará

Ao todo, 18 técnicos já perderam o emprego desde o início da competição. A culpa é só deles?

Depois de 23 rodadas disputadas pelo Brasileirão, os clubes já elegeram o principal culpado pela má campanha de seus times durante a competição: os treinadores.

Até o momento, 12 clubes trocaram de comandante e nada menos do que 18 técnicos já foram demitidos na Série A. Os últimos a perderem seus empregos foram Vagner Mancini, do Ceará, Joel Santana, do Cruzeiro, e Renê Simões, demitido pelo Bahia. Joel, inclusive, já assumiu o posto de Renê à frente da equipe baiana.

Apesar do número de treinadores demitidos neste Brasileirão ser considerado alto, o dado é inferior se comparado ao mesmo período do campeonato de 2010, quando 22 treinadores já haviam perdido o emprego a essa altura.

Um bom exemplo de que a solução não é jogar em cima dos treinadores toda a responsabilidade pelos resultados é o fato de que três clubes que brigam diretamente contra o rebaixamento já trocaram de técnico em duas ocasiões e continuam em situação difícil, casos de América Mineiro, Avaí e Atlético Paranaense. Outros que também já mudaram duas vezes de comandante foram o Grêmio (12º) e o Atlético Goianiense, que ocupa a 11ª colocação.

Em contrapartida, dos quatro primeiros colocados do Brasileirão, apenas o terceiro colocado São Paulo já modificou seu treinador, substituindo Paulo César Carpegiani por Adilson Batista.

Veja quais treinadores já foram substituídos neste Brasileirão

América Mineiro: Mauro Fernandes e Antônio Lopes
Atlético-GO: René Simões e PC Gusmão
Atlético-MG: Dorival Júnior
Atlético-PR: Adílson Batista e Renato Gaúcho
Avaí: Silas e Alexandre Gallo
Bahia: René Simões
Ceará: Vagner Mancini
Cruzeiro: Cuca e Joel Santana
Fluminense: Enderson Moreira
Grêmio: Renato Gaúcho e Julinho Camargo
Internacional: Falcão
São Paulo: Carpegiani

Leia Também:  André Santos passará por cirurgia e ficará de fora do Arsenal por três meses

Top