Deloitte Panamericano

Deloitte Panamericano Os empréstimos que o banco Panamericano sediam eram empacotados em grandes carteiras que posteriormente eram vendidas varias vezes para vários bancos, sendo…

Deloitte Panamericano

Os empréstimos que o banco Panamericano sediam eram empacotados em grandes carteiras que posteriormente eram vendidas varias vezes para vários bancos, sendo que o dinheiro dos novos créditos pagava os juros dos antigos. Nesse caso o objetivo da fraude era engordar os ativos e os lucros do banco e engordar a remuneração dos executivos. E foi essa pirâmide de fraudes que ocasionou o rombo de R$ 2,5 bilhões no banco de Silvio Santos em um processo que foi sendo construído ao longo de quatro anos. E por mais incrível que pareça a Deloitte empresa responsável pela auditoria dos balanços não viu nada. Da pra acreditar?!

Teorias:

Em teoria as empresas de auditoria são pagas e muito bem pagas para garantir a confiabilidade das informações que as empresas publicam, e na prática foi bem diferente, pois a Deloitte cancelou o balanço do Panamericano referente ao segundo semestre do ano de 2010 sem ressalvas. E essa atitude com certeza prejudicou os clientes, acionistas e colocou em risco a própria economia. Aí eu me pergunto: ‘Como um rombo desse tamanho passou despercebido?’ Pois é mas, parece que alguém do banco ou da auditoria  tenha indicado que havia diferenças de valores, mas se isso aconteceu, a apuração não avançou e nesse caso as coisas tem que andar para solucionar e apurar os culpados pela grande perda econômica.

Para concluir

Parece que a Deloitte já esteve envolvida em outros rombos financeiros como o rombo da Parmalat no ano de 2003 deixando um rombo no valor de R$1,8 bilhão. Não da para entender como uma empresa de auditoria que apresenta vários quadros de derrapagens bem significativas consegue trabalhar para empresas conceituadas como o banco Panamericano. Quando uma empresa lida com muito dinheiro como é o caso do Panamericano é preciso ter muita confiança nos lideres dessa empresa para que tudo saia de acordo com o necessário para que o banco possa trabalhar de acordo com suas normas sem que ninguém saia prejudicado. Nesse caso o Grupo Silvio Santos é quem mais vai ser prejudicado, pois não da para esquecer que no Brasil tudo acaba em pizza e com certeza esse será mais um caso que cairá no esquecimento e os responsáveis continuarão ilesos. “Viva o Brasi”.l

Top