Decorar com cores vibrantes – cuidados

As cores vibrantes configuram uma nova tendência de decoração, também chamada de color blocking. A proposta consiste em incorporar os tons fortes de maneira…

Por Isabella Moretti em 21/12/2011

Ambiente colorido e alegre

As cores vibrantes configuram uma nova tendência de decoração, também chamada de color blocking. A proposta consiste em incorporar os tons fortes de maneira harmônica, tornando os ambientes mais energizados e descontraídos. Apesar de todas as vantagens que estão associadas às cores vibrantes, é necessário tomar alguns cuidados com o uso.

Entendendo o color blocking

As cores berrantes transformam a decoração, se apoderando da ousadia como principal elemento. Ao trabalhar com a tendência color blocking, é necessário buscar uma sintonia entre as tonalidades fortes e reforçar as mensagens transmitidas. A vibração das cores alegra os ambientes, podendo ser uma aposta tanto para os espaços de convívio como para os íntimos.

Os blocos de cores ajudam a acrescentar vida e energia a qualquer cômodo da casa, por isso o trabalho com esta tendência pode ser bem gratificante. O morador tem liberdade para trabalhar com qualquer cor, como verde, vermelho, azul, roxo, laranja e amarelo. No entanto, os elementos coloridos devem ser combinados sempre em função do equilíbrio.

Color blocking

Cuidados ao decorar com cores vibrantes

1. Use as cores intensas sem exageros, caso contrário a identidade visual será comprometida e os ambientes se tornarão cansativos;

2. As cores fortes são indicadas para ambientes mais descontraídos, então se a proposta de decoração é formal, os tons vibrantes ficam desconexos;

3. Antes de trabalhar com as cores berrantes no seu projeto, esteja ciente do significado de cada tom para não cometer erros na hora de decorar. Para iluminar ambientes e torná-los mais alegres, vale usar amarelo ou laranja que remetem a figura do sol. A vibração do rosa choque, verde limão e a azul se encaixa numa proposta descontraída;

4. Em ambientes pequenos, deixe apenas uma parede com cor vibrante e o restante neutro;

5. Evite abusar das cores fortes nos quartos porque elas influenciam no comportamento das pessoas, deixando-as mais agitadas;

6. Em espaços grandes, adicione a cor vibrante em uma das paredes, mas também acrescente objetos decorativos capazes de valorizar o mesmo tom;

7. Valorize o contraste entre as cores frias com as quentes;

8. Se o ambiente permitir, brinque com as cores e texturas para transformar o cômodo em um espaço mais descontraído;

9. Caso as paredes sejam neutras, experimente incorporar móveis coloridos para aproveitar a tendência do color blocking;

10.Para valorizar a cor berrante no ambiente, pinte as paredes com um tom sóbrio e posicione na frente um objeto colorido.

Cores vibrantes devem ser usadas na dose certa

Top