Decoração de quarto infantil feminino – Passo a passo

Parabéns! Vocês já sabem que serão pais de uma bela menininha. Agora vem a parte prática: enxoval para montar, nome para escolher e, claro,…

Por Redacao em 14/05/2011

Parabéns! Vocês já sabem que serão pais de uma bela menininha. Agora vem a parte prática: enxoval para montar, nome para escolher e, claro, a decoração do quarto que receberá tão nobre pessoinha.

Decorar o quarto de um bebê não é exatamente uma tarefa fácil, ainda mais com a quantidade de opções existentes no mercado, que vão de um simples berço até móveis que com certeza ficariam ótimos n quarto de uma princesa de faz-de-conta.

Assim, vão aí algumas dicas passo-a-passo para você que planeja decorar um quarto de bebê feminino:

– Cores:

A primeira decisão importante é com relação às cores que serão utilizadas na decoração, pois é claro que você não deverá misturar muitos tons diferentes. Pense que o quarto de sua bebê deverá ser repousante, por isso escolha tons claro, pastéis, que façam parte dos tons que vão do branco ao lilás. Opte por cores que combinem inclusive com o enxoval.

Não esqueça das paredes; pintar as paredes de amarelinho pode ser repousante, mas pense no estilo e nas cores dos móveis que você colocará no quarto de sua bebê.

– Piso:

Piso frio (cerâmica, porcelanato, ardósia) ou madeira, sempre. Evite o quanto puder tapetes e carpetes, que além de serem muito difíceis de se manter limpos (quem nunca derrubou uma fralda “cheia” que atire a primeira pedra), são perigosos quando se fala em alergias, algo que você ainda não pode saber se sua filha possui ou não. O mesmo vale para cortinas que não possam ser lavadas ou almofadas em excesso.

– Motivos:

Querendo ou não, no final das contas existirá um motivo decorativo espalhado pelas peças que você adquirir. Joaninhas, camponesas, bichinhos de jardim ou mesmo alguma princesa dos filmes Disney estarão ali, encarando você. Evite estampas que sobressaiam do conjunto e pense que nem sempre modismos são convenientes, principalmente quando você adquire móveis que provavelmente serão trocados somente após alguns anos.

– Formas:

Ao comprar móveis para sua filha, fique atento principalmente às normas de segurança. Os cantos devem ser arredondados e se o berço for de laterais ripadas, observe principalmente se não poderá causar entalamento das pernas. Passe seu braço pelas frestas entre uma ripa e outra. Berços bons permitem que seu braço ultrapasse até acima do cotovelo.

Em um quarto para bebê, existem 3 móveis essenciais, que são armário para as roupinhas, cômoda, que serve tanto quanto o armário, porém pode ser usada para auxiliar na hora das trocas (por isso prefira as de maio profundidade) e o berço. Além disso, se for possível, é ótimo ter uma cadeira para a mamãe amamentar confortavelmente.

Outros objetos úteis:

– Abajur: Dar de mamar sob luz forte é ruim tanto para a mamãe quanto para o bebê. A luz indireta produz no ambiente uma atmosfera de tranquilidade.

– Móbile: Uma distração para quando sua bebê começar a prestar atenção aos objetos que a circundam é sempre uma boa pedida. Escolha móbiles de boa qualidade e, se tiver som, que seja baixo e regulamentado pela ABNT.

– Protetores de berço: Quando sua bebê começar a se movimentar pelo berço, com certeza o protetor de berço será muito útil, evitando cabeçadas ou acidentes com as laterais do berço. Mesmo antes são muito confortáveis, por criarem uma acústica onde os sons são, até certo ponto, abafados.

– Brinquedos: Claro que você os terá, aos montes. E com certeza só ficarão em seus lugares enquanto sua bebê não aprender onde eles estão. Se for ter muitos brinquedos, procure por uma baú (existem ótimos modelos que podem até, no futuro, servir como escrivaninha para os primeiros dias de escola) onde tê-los organizados e limpos. Nunca adquira produtos que não possua regulamentação pelos órgãos brasileiros responsáveis.

 

Top