Decoração de cozinhas semi-integradas

A integração de ambientes se tornou uma tendência na área de arquitetura, sendo assim o truque mais usado para aproveitar o espaço disponível na…

Por Isabella Moretti em 10/05/2012

A cozinha semi-integrada aproveita o espaço da residência.

A integração de ambientes se tornou uma tendência na área de arquitetura, sendo assim o truque mais usado para aproveitar o espaço disponível na residência. A ideia de conjugar sala de estar, cozinha e sala de jantar fez com que algumas paredes fossem eliminadas, aumentando a visibilidade e melhorando a comunicação entre os moradores.

A proposta de integração afeta principalmente a cozinha, que antes era tida como um ambiente mais privado e fora da área social. Com a queda das paredes, a cozinha integrada se transformou na extensão do espaço de convívio em casa, sendo muito usada para receber as visitas.

Saiba mais: Cozinhas gourmet integradas com sala

Ao transformar o cômodo numa área de convivência, a arquitetura moderna de certa forma também contribuiu com a vida dos moradores, que não precisam mais se deslocar de um lugar para o outro para conversar. Ou seja, enquanto uma pessoa prepara a refeição, ela também pode participar do bate-papo que acontece na sala.

Um grande círculo na divisória de madeira torna possível a comunicação entre os cômodos.

Uma proposta muito semelhante à integração total é a cozinha semi-integrada, ou seja, que possui um pedaço da parede que estabelece uma leve divisão com a sala. Com esta estrutura, parte do cômodo fica isolada, podendo o espaço ser usado como uma área de serviço ‘escondidinha’.

Conheça a cozinha semi-integrada

A cozinha semi-integrada tem quase a mesma proposta que a integrada, exceto que ela garante um pouco mais de privacidade. A estrutura que explora um pedaço da parede pode contar com um acabamento diferenciado para obter destaque na decoração, como uma pintura com cor forte, painel de madeira e até mesmo pedras naturais.

O formato semi-integrado combina com a instalação de uma bancada, delimitando desta forma cada cômodo que sofreu integração. A estrutura vai manter a cozinha acessível, podendo ainda servir para o armazenamento de utensílios domésticos e recepção de convidados. Quando as banquetas são combinadas à bancada, o visual do espaço se torna mais charmoso.  A decoração com móveis e eletrodomésticos depende das preferências dos moradores, mas deve ser proporcional ao espaço e não interferir na circulação

A divisória de cobogós deixa a cozinha semi-integrada mais charmosa.

Considerada uma ideia bem resolvida e moderna, a cozinha semi-integrada pode ser útil para decorar uma casa ou apartamento pequeno. Nesta proposta o morador não abre mão da comunicação com a sala, mas também pode manter a lavanderia longe dos olhos de quem se encontra na área social.

A parede que caracteriza o formato semi-integrado pode servir para várias funções, como a montagem de um painel de madeira com TV para a sala e a instalação de prateleiras que aproveitam o espaço vertical. A estrutura pode servir para montar a bancada ou ser construída com cobogós.

Veja também: Cozinha americana – dicas e fotos

Top