Declarar IR pela primeira vez: dicas

A partir do dia primeiro de março milhões de brasileiros já poderão efetuar a entrega da declaração do Imposto de Renda 2013. O programa…

A partir do dia primeiro de março milhões de brasileiros já poderão efetuar a entrega da declaração do Imposto de Renda 2013. O programa para o preenchimento da declaração do IR foi liberado no início desta semana, pela Receita Federal. O aplicativo está disponível para download no site da instituição.

Os contribuintes têm até o dia 30 de abril para efetuarem o envio da declaração. É possível fazer a apresentação do documento tanto pela internet, por meio do programa de transmissão, como por disquete, que deve ser entrega a qualquer agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.

Quem deve declarar o IR 2013

A entrega do IR 2013 deve ser feita até 30 de abril. (Foto: Divulgação).

Neste ano, estão obrigados a declarar o imposto contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$24.556,65. Quem recebeu mais de R$40.000,00 de rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte também devem efetuar a declaração.

Com relação à atividade rural, a obrigatoriedade da entrega do documento recai sobre aqueles que obtiveram receita bruta superior a R$128.783,25 e posses de valor total acima de R$300.000,00. Lembrando que o atraso no envio da declaração implica em multa que varia de R$165,74 a 20% do valor do imposto devido.

Saiba mais sobre as novas regras do imposto de renda 2013.

Dicas para declarar o IR pela primeira vez

Para elaborar a declaração, reúna os documentos que comprovem todos os seus recursos recebidos em 2012. (Foto: Divulgação).

Se você terá que prestar contas ao Leão pela primeira vez, saiba que a maior dificuldade é justamente preencher o formulário de declaração. Abaixo, separamos algumas dicas que irão ajudá-lo a realizar este procedimento sem grandes problemas.

Continuar Lendo  Curiosidades sobre Mandela

1. O primeiro passo é juntar os documentos que comprovem todos os recursos recebidos em 2012, como salários e alugueis. Esses informes de rendimentos são enviados pela empresa empregadora, pela imobiliária e também pelo banco onde você possui conta. Não se esqueça de reunir também os recibos de compra e venda de casas, carros, ações e outros bens;

2. Outros documentos que você precisa juntar são as notas que comprovem os gastos passíveis de dedução, como despesas com pensão alimentícia, saúde e educação. Tais gastos podem ser subtraídos de sua renda tributável e diminuir assim o valor devido em impostos;

Saiba mais sobre o programa para fazer a declaração do IR 2013.

Lembrando que o atraso no envio da declaração implica em multa que varia de R$165,74 a 20% do valor do imposto devido. (Foto: Divulgação).

3. Depois de reunir todos esses documentos, acesse o site da Receita Federal e faça o download do programa necessário para a declaração do IR. Já no momento do preenchimento do formulário, você poderá optar pela declaração completa ou simplificada. Hoje, o aplicativo indica qual é a melhor alternativa para o contribuinte, facilitando o seu trabalho;

4. O último passo é enviar a declaração a Receita Federal, por meio do programa Receitanet, dentro do prazo limite estabelecido pela instituição. Não se esqueça que quanto mais cedo você enviar, mais cedo você receberá a restituição. Além disso, lembre-se de guardar e imprimir o recibo de entrega do documento.

Top