Deborah Secco é condenada por desvio de dinheiro público

Deborah Secco foi condenada pela Justiça a devolver 158.191 reais aos cofres públicos. A atriz da TV Globo foi condenada por desvio de verbas públicas, através de uma ação de enriquecimento ilícito e improbidade administrativa. A mãe, os irmãos e a produtora da família de Deborah Secco também foram punidos pela Justiça e vão precisar restituir 446.455 reais.

Atriz foi acusada de participação em esquema de desvio de verba do governo do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

Familiares de Débora Secco não poderão se candidatar a cargos públicos

A sentença que condenou Deborah Secco, familiares e o produtor da família foi emitida pelo juiz Alexandre de Carvalho Mesquita, da 3ª Vara de Fazenda Pública. A decisão foi divulgada no último dia 24 de novembro. Segundo a decisão do juiz, a pena prevê uma multa de 5.000 reais, a suspensão de direitos políticos e a proibição de que os condenados firmem contratos com o Poder Público ou receba incentivos fiscais. Cabe recurso.

Deborah Secco não se pronunciou sobre o caso, que cabe recurso (Foto: Divulgação)

Deborah Secco foi acusada de ter recebido dinheiro de verba desviada

Na conta bancária de Deborah Secco teriam sido descontados dois cheques, sendo que um deles é no valor de 77.000 e 81.000 reais. Esses valores são referente aos desvio de verbas de um esquema fraudulento envolvendo a Fundação Escola do Serviço Público (Fesp) e ONGs.

Muito dinheiro pode ter sido desviado pelo grupo condenado, mas as quantias maiores foram depositadas nas contas da Luz Produções (163.700 reais) e dos familiares de Deborah Secco (282.500).

De acordo com as investigações da Justiça, órgãos do governo do Rio  de Janeiro contratavam a Fesp para que ela fizesse projetos mesmo sabendo que a instituição não conseguiria cumprir o combinado. A fundação repassava os contratos às ONGs que eram representadas pelo pai de Deborah, Ricardo Tindó Ribeiro Secco, chefe do esquema de desvio de dinheiro. Na conta bancária dele e de sua esposa, Angelina, foram depositados mais de 453.000 reais. Deborah Secco teria servido como laranja para o pai.

Reply