Danos provocados pela depilação nas axilas

Danos provocados pela depilação nas axilas

A pele das axilas é muito sensível, característica que aumenta ainda mais com a depilação frequente do local. Seja qual for o método utilizado,…

Por Editorial MDT em 29/11/2012

A pele das axilas é muito sensível, característica que aumenta ainda mais com a depilação frequente do local. Seja qual for o método utilizado, laser ou cera quente, a agressão pode provocar manchas, ressecamento, alergias e muitos outros danos. Saiba mais sobre os danos provocados pela depilação nas axilas e como tratar esses problemas.

A depilação da axila pode causar vários danos a pele. (Foto: divulgação)

Depilação nas axilas

Seja qual for o tipo de depilação utilizado, a resposta à agressão da pele aparece em forma de manchas, pêlos encravados, mau cheiro, ressecamento, alergias, irritações e até assaduras. O problema piora ainda mais quando o clima esquenta e mesmo com a pele irritada você insiste em depilar.

Segundo especialistas em dermatologia, a hidratação é indispensável para evitar que o problema fique ainda pior. Além desse cuidado, existem outros específicos para cada problema.

A irritação e alergia são danos causados pela depilação da axila. (Foto: divulgação)

Veja também como acertar na depilação intima 

Danos provocados pela depilação nas axilas

1. Ressecamento: a depilação com cera ou lâmina provoca ressecamento da pele, deixando-a mais áspera. Para evitar o problema, a hidratação da pele local deve ser feita diariamente.

2. Manchas: as manchas que surgem após a depilação são causadas pelo aumento da produção de melanina. A depilação com cera provoca uma tração que agride a pele e quando feito repetidamente provoca manchas no local. O uso de cremes clareadores é o mais indicado, porém o ideal é consultar um dermatologista.

3. Pelos encravados: o encravamento dos pêlos acontece quando os poros ficam obstruídos e o pelo não consegue romper a pele. No local parece que a lesão está avermelhada e inflamada. Para evitar esse problema, a depilação a laser é uma excelente opção. Além disso, a esfoliação da pele pode ajudar a resolver o problema.

4. Mau cheiro: o mau cheiro pode ser causado pelas inflamações e infecções causadas pela depilação. Esse processo facilita o aparecimento de micro-organismos que liberam toxinas e causam o mau cheiro. Para evitar esse problema o ideal é não usar roupas sintéticas, utilizar sabonete anti-séptico e fazer uma higiene rigorosa.

5. Alergias: podem ser provocadas por substâncias químicas contidas em alguns cosméticos. Para evitar esse problema o ideal é optar pelo uso de produtos para peles sensíveis e ter cuidados com a depilação.

6. Irritação: normalmente a pele fica irritada e avermelhada após a depilação, afinal ela sofreu traumas em decorrência das puxadas com cera ou da lâmina. O ideal é fazer compressas geladas no local, por alguns minutos, pois ajudam a reverter o quadro.

A hidratação da pele é essencial para evitar os danos causados pela depilação da axila. (Foto: divulgação)

Veja também depilação intima total, como funciona 

A depilação é um método muito utilizado pelas mulheres, podendo ser feita de várias formas. O uso frequente dos métodos de depilação pode causar danos na pele como irritações, alergias, ressecamento, manchas, mau cheiro e outros. O ideal é manter a pele da axila hidratada e ter cuidados diários de higiene. Em casos mais graves, procure um dermatologista para melhor avaliação do quadro.

Top