Cutting: distúrbio da filha de Michael Jackson

Isabella Moretti 30/06/2013 Bem Estar

Paris Jackson, filha de Michael Jackson, está sendo alvo de polêmicas nos últimos tempos. A adolescente tentou suicídio após uma briga com a avó Katherine. As tentativas de Paris para se matar foram marcadas pela ingestão de medicamentos e cortes nos pulsos.

Paris Jackson tentou suicídio. (Foto:Divulgação)

De acordo com o tabloide britânico ‘The Sun’, Paris não gosta de morar com a mãe de Michael Jackson, que é testemunha de Jeová e bastante rigorosa. Depois da tentativa de suicídio, a garota foi internada no centro médico da Universidade de Los Angeles. Paris está sofrendo com crises de depressão há um ano, por isso ela passará por três meses de tratamento. Sua guarda, por sua vez, continuará com Katherine.

O distúrbio da filha de Michael Jackson

Paris Jackson, como tantas outras adolescentes, sofre de uma mania preocupante de cortar o próprio corpo. O distúrbio, mais conhecido como cutting, merece atenção dos pais, já que representa uma forma de automutilação.

As pessoas que sofrem de cutting costumam fazer cortes em diferentes regiões do corpo, principalmente nos braços, nas pernas e na barriga. Os ferimentos são causados por tesouras, facas, pregos, canetas, arames e estiletes. Os especialistas acreditam que a dor física causada pela automutilação é uma forma de aliviar as dores emocionais.

Foto revela as marcas do cutting em Paris. (Foto:Divulgação)

Os jovens sofrem de cutting devido às mudanças provocadas pela adolescência. Eles, muitas vezes, lidam com responsabilidades que nem sempre são capazes de suportar, como passar no vestibular, a dificuldade de ser aceito em um grupo social, a separação dos pais ou a perda de um ente querido. No caso de Paris Jackson, a morte do pai e a falta de uma estrutura familiar definida influenciaram no seu comportamento.

Como identificar e tratar o cutting?

O cutting é comum entre jovens de 14 a 20 anos, podendo ser praticado tanto por meninos como por meninas. Quem sofre do distúrbio geralmente escolhe um lugar do corpo fácil de esconder para cortar. As roupas usadas também são definidas com o objetivo de cobrir as cicatrizes.

O cutting tem como principal característica a automutilação. (Foto:Divulgação)

Com vergonha das marcas de automutilação, os adolescentes evitam roupas de banho ou viagens que necessitam a exposição do corpo. Eles normalmente sofrem com outros tipos de distúrbios psicológicos, como anorexia, bulimia e depressão. Outro fator que pode levar o indivíduo a sofrer com cutting é o bullying.

Assim que o cutting for diagnosticado, é importante realizar o tratamento com acompanhamento psicológico e uso de medicação. Em fases agudas, a internação é recomendada.

Outros artigos

Curso Técnico TI, CE 2012

25/09/2012

Curso Técnico TI, CE 2012

A secretaria da Educação do Ceará está disponibilizando 7 mil oportunidades em todo o estado, para o Projeto e-Jovem. Os cursos de capacitação profissional na área d...

Clínicas De Estética Em Curitiba

21/07/2010

Clínicas De Estética Em Curitiba

Em Curitiba, é possível encontrar várias clínicas de estéticas comprometidas com a saúde e beleza dos seus pacientes. Homens e mulheres procuram os tratamentos p...

Maquiagem para escola: tarde, manhã, noite

06/02/2015

Maquiagem para escola: tarde, manhã, noite

Aprenda como fazer maquiagem para escola: tarde, manhã, noite. As dicas são ótimas para elaborar um make-up perfeito, conforme as necessidades de cada período do dia...