Cursos para pessoas com deficiências Pronatec Cursos para pessoas com deficiências Pronatec

Cursos para pessoas com deficiências Pronatec

A inclusão de deficientes no mercado de trabalho ainda é um grande desafio para o Brasil, mas o cenário já dá sinais de melhora.…

Por Isabella Moretti em 15/09/2013

A inclusão de deficientes no mercado de trabalho ainda é um grande desafio para o Brasil, mas o cenário já dá sinais de melhora. Existe uma Lei de Cotas que obriga as empresas a destinar algumas vagas aos trabalhadores com deficiência. Por exemplo, se a companhia tem 150 funcionários, ela precisa destinar 2% das oportunidades de emprego para portadores de deficiência. A porcentagem aumenta de acordo com o número de profissionais na equipe.

O Pronatec está investindo na capacitação de deficientes. (Foto:Divulgação)

Além de gerar emprego, o Governo Federal também está interessado em investir na qualificação dos deficientes. Os cursos oferecidos se adaptam as necessidades especiais dos alunos e também contam com uma infraestrutura adaptada para favorecer o aprendizado. Uma das principais apostas para qualificar portadores de deficiências é o Pronatec.

Pronatec tem vagas para deficientes

O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) está apostando na capacitação de pessoas com deficiências. A iniciativa espera distribuir 13 mil vagas para cursos gratuitos em todo o Brasil.

A profissionalização só está sendo possível graças ao Senai (Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial). A entidade tem cursos de formação inicial e continuada, além de cursos técnicos.

As oportunidades para cursos gratuitos que contemplam as pessoas com deficiências estão disponíveis em 17 estados brasileiros. O estudante que conseguir garantir uma vaga através do Pronatec terá direito à transporte, alimentação e material didático.

Os cursos são de Formação Inicial e Continuada e de Ensino Técnico. (Foto:Divulgação)

Os cursos de Formação Inicial e Continuada são de curta-duração, ou seja, eles possuem em média 160 horas-aula. Já os cursos técnicos apresentam maior duração, com pelo menos 800 horas-aula.

Portadores de deficiências no Pronatec: como se inscrever?

Para se inscrever no programa é muito simples, basta acessar o site oficial do Pronatec e preencher o formulário online. Também é possível se dirigir pessoalmente até um dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), secretarias municipais de direitos humanos ou agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine). As instituições públicas também estão inscrevendo os seus estudantes do Ensino Médio nos cursos do Pronatec.

O portador de deficiência interessado em se capacitar precisa ficar atento ao prazo de inscrição, que varia conforme o curso desejado.

Sobre o Pronatec

O Pronatec também oferece bolsa-formação. (Foto:Divulgação)

O Pronatec foi criado pelo Governo Federal em 2011, com o objetivo de capacitar a mão-de-obra e ampliar as oportunidades das pessoas no mercado de trabalho.

O aluno do programa pode procurar um parceiro do MEC para se inscrever na Bolsa-Formação, uma iniciativa que ajuda a arcar com as despesas da capacitação.

Top